Dois dias, 16 jogos, 45 golos e futebol para dar e vender: foi assim a primeira jornada da edição 2019/2020 da Liga dos Campeões, a maior competição de clubes do mundo.

Na terça-feira passada, pelas 17h55 de Portugal Continental, os apitos dos árbitros do Lyon-FC Zenit São Petesburgo e do Inter de Milão-Slavia Praga soaram alto e em bom som, marcando o início das noites milionárias. Ambas as partidas acabariam com um empate a uma bola, com o Inter a chegar ao 1-1 já depois dos 90’. Lyon e Zenit, que pertencem ao grupo do SL Benfica, dividem, para já, o segundo lugar do mesmo.

Os encarnados entraram no relvado da Luz pelas 20h. A turma de Bruno Lage apresentou-se com um XI diferente do habitual no campeonato e não foi capaz de ultrapassar o RB Leipzig, perdendo por 2-1. Os alemães começam o grupo G na liderança.

Tal como o Inter-Slavia, o Borussia Dortmund-FC Barcelona terminou empatado, mas sem golos, um resultado que agravou o mau momento vivido pelo conjunto de Ernesto Valverde. As quatros equipas do grupo F prosseguem com a caminha europeia com um ponto conquistado.

No grupo H, o Valencia CF de Gonçalo Guedes e Thierry Correia foi a Londres vencer o Chelsea FC por 1-0. As coisas não correram tão bem aos portugueses José Fonte, Renato Sanches, Tiago Djaló e Xeka, que saíram de Amesterdão derrotados pelo AFC Ajax por 3-0.

Ainda na terça-feira, o SSC Napoli tombou o campeão europeu Liverpool FC em Itália, num desafio que terminou 2-0 para os napolitanos. Também no grupo E, no desafio da jornada com mais golos, o FC Red Bull Salzburg derrotou o Genk por 6-2. O avançado norueguês Håland, de 19 anos, assinalou a sua estreia na liga milionária com um hat-trick.

Erling Braut Håland (19 anos) apontou um hat-trick na sua estreia na Champions
Fonte: UEFA

Na quarta-feira, dia 18, foi a vez dos grupos A, B, C e D entrarem em ação. Pelas 17h55, Club Brugge K.V. e Galatasary mediram forças para o grupo A, mas não foram além de um empate a zeros. À mesma hora, no ‘B’, o Olympiacos de Pedro Martins, Rúben Semedo, José Sá e Daniel Podence, recuperou de uma desvantagem de dois golos e empatou 2-2 com o Tottenham Hotspur FC, na Grécia. O ex-avançado do Sporting CP apontou um dos tentos dos gregos.

No ‘A’, as atenções foram quase todas para o PSG-Real Madrid, que terminou com a vitória por 3-0 dos parisiense. Ángel Di María foi o homem do encontro, ao apontar dois golos à antiga equipa. Já no outro jogo do grupo B, o Bayern de Munique venceu, sem grandes dificuldades,  o Estrela Vermelha por 3-0.

Pela Ucrânia, passou o Manchester City de Pep Guardiola, que tomou bem conta da tarefa frente ao Shakhtar Donetsk de Luís Castro, derrotado por 3-0. Inseridos no grupo C, os ingleses viram o Dínamo de Zagreb ganhar à Atalanta por 4-0, com um hat-trick do croata Mislav Oršić.

Já no ‘D’, decorreu o encontro da jornada para os adeptos portugueses espalhados pelo globo: João Félix e Cristiano Ronaldo encontraram-se em Madrid para o Atlético-Juventus FC, mas o 2-2 final não contou com a participação direta de nenhum dos dois. No mesmo grupo, os compatriotas Eder e João Mário, do Lokomotiv de Moscovo, foram a Leverkusen vencer o Bayer 04 por 2-1.

A segunda jornada da Liga dos Campeões é já nos próximos dias 1 e 2 de outubro, com o Tottenham-Bayern e o Barcelona-Inter a assumirem-se como as partidas cabeças de cartaz.

Foto de capa: UEFA

Texto revisto por Joana Mendes

Comentários