Anterior1 de 2Próximo

Cabeçalho Futebol Internacional

O grande dia está à porta. 32 equipas partiram para a champions com diferentes ambições, mas todas tinham o sonho de chegar amanhã a Cardiff. Apenas duas o conseguiriam e foram dois gigantes do futebol atual, desta vez não houve qualquer surpresa de maior. Campeão espanhol e campeão italiano disputam amanhã no País de Gales o trono do futebol europeu. O Real Madrid está lá desde a época passada, a Juventus vai tentar destroná-lo.

A Juventus chega ao jogo decisivo depois de ter eliminado o Barcelona sem apelo nem agravo, da mesma forma que o fez com a sensação Mónaco. Tem, imagine-se, somente 3 golos sofridos em toda a prova, uma defesa de betão que tem vindo a ser aprimorada por Allegri e que tem como esteios Buffon, Chiellini, Bonucci e Barzagli, 4 poços de experiência e com muitos jogos lado a lado. É, inegavelmente, uma equipa que sabe o que faz dentro das quatro linhas, onde cada passo é estudado ao milímetro e em que cada jogador sabe de cor a estratégia para a vitória.

Buffon é uma muralha muito dificil de ultrapassar Fonte: Site da Juventus
Buffon é uma muralha muito dificil de ultrapassar
Fonte: Juventus

A coesão tem sido o grande trunfo dos transalpinos, mas desengane-se quem pensa que naquela equipa não há lugar para fantasistas. Dybala é o expoente máximo da magia na equipa de Turim neste momento, o argentino está num grande momento e desequilibra qualquer partida de um momento para o outro. Mas Higuaín é um dos mais letais avançados do planeta e Dani Alves tem sido o rei das assistências.

Do lado contrário aparecerá o campeão em titulo, à procura da ‘Duodecima’, com o melhor do mundo no comando. O Real é neste momento uma equipa diferente do que tem sido nos últimos anos, muito por culpa de Zidane. O francês trouxe mais harmonia e menos desequilibrios a um conjunto que atacava muito bem, mas de forma inconstante e que permitia não raras vezes algumas veleidades aos adversários.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários