27 de janeiro de 2017, o dia em que Rui Silva é apresentado no Granada, equipa que lutava pela permanência na La Liga, algo que não conseguiu concretizar com sucesso. O negócio concretizou-se por 1 M, um encaixe financeiro muito bom para o Nacional da Madeira, mas que a nível desportivo saiu afetado pois o jovem guardião de 22 anos vinha a fazer uma boa época pelo clube madeirense, ajudando-o na manutenção na Liga NOS. O clube sentiu a sua perda pois desde aí os resultados agravaram.

Foi um ano muito difícil para Rui Silva pois chegou a Espanha mas não fez qualquer jogo na segunda parte da temporada e viu os seus dois projetos daquele ano, Nacional da Madeira e Granada, falharem a sua missão principal: a manutenção na principal divisão dos respetivos países.

A temporada seguinte ainda mais complicada foi para Rui Silva pois viu chegar e assumir a titularidade o espanhol Javi Varas¸ guarda-redes de 35 anos e com muitos anos de La Liga (Sevilha e Celta de Vigo foram os clubes representados). O português foi a 2º escolha, participando apenas em cinco jogos, um deles para a Taça do Rei e onde saiu eliminado por 3-0 frente ao Saragoça. O português Licá também fez parte do plantel do Granada nesse ano mas também não se afirmou.

Rui Silva titular na derrota do Granada por 1-0 em casa do Rayo Vallecano, na temporada 17/18
Fonte: Granada CF

2018/2019: o ano da afirmação e do sucesso

Com a saída de Javi Varas para o Huesca, recém-promovido à La Liga, chegou a oportunidade para Rui Silva singrar como escolha principal. O guarda-redes de 24 anos chega à baliza para nunca mais sair. No total foram 40 jogos, todos eles na LaLiga2¸ 28 golos sofridos e 18 jogos em que não sofreu qualquer golo. O Granada termina a temporada em 2º lugar, com a defesa menos batida e Rui Silva distinguido como o melhor guarda-redes da Liga. Mais um atleta a deixar os portugueses cheios de orgulho e a inspirar jovens que jogam na mesma posição.

Granada de regresso à Primeira

O Granada chega à La Liga dois anos depois da sua despromoção. A ansiedade em ver o guarda-redes no principal escalão português é grande e todos os portugueses torcerão com toda a certeza pelo seu sucesso. O que todos desejámos é um ano de sucesso como o anterior e quem sabe ver o seu reconhecido talento representado na Seleção Portuguesa.

Foto de Capa: Granada CF

Comentários