Desde que Florentino Pérez é presidente do Real Madrid, o clube merengue não perde uma oportunidade de aliar a qualidade futebolística ao mediatismo que os jogadores têm fora dos relvados. Na ressaca do Mundial 2014, não há nenhum jogador mais na moda do que James Rodríguez. Depois das exibições que o colombiano fez no Brasil, e tendo em conta a política de contratações habitual do emblema espanhol, não era difícil prever que “El Bandido” iria aterrar no Santiago Bernabéu. Contudo, sem pôr em causa o talento de James, que é indiscutível, é um reforço de que o Real não necessitava minimamente. Ainda falta perceber se esta contratação significará a saída de Di María, peça absolutamente fundamental na última época, mas já há uma certeza: Isco, também ele um predestinado, não terá grandes hipóteses de figurar no onze titular. Atendendo a este cenário, a saída de Madrid seria a melhor solução para a carreira do craque espanhol.

O Golden Boy de 2012, prémio que recebeu após uma temporada sensacional ao serviço do Málaga, vê o seu espaço reduzir-se ainda mais com a chegada de James Rodríguez. O colombiano joga na mesma posição de Isco e, tendo custado 80 milhões de euros, certamente não será suplente. Haveria a possibilidade de o espanhol actuar descaído sobre uma ala, mas aí há Ronaldo e Bale, ambos imprescindíveis. Depois de ter tido um arranque auspicioso na última temporada, Isco começou a ser comparado com Zidane – de forma ridícula, diga-se – e, talvez acusando a pressão, perdeu o fulgor inicial e foi relegado para o banco de suplentes (o recuo de Di María também não o ajudou).

O papel de Isco é uma incógnita no Real Madrid Fonte: Bleach Report
O papel de Isco é uma incógnita no Real Madrid
Fonte: Bleach Report

Apesar de não ter estado totalmente à altura das expectativas, Isco tem um talento fora do comum e seria titular na grande maioria das equipas do futebol europeu. Aos 22 anos, parece evidente que, para poder evoluir e exibir a sua excepcional qualidade técnica, visão de jogo e capacidade de decisão, terá de sair do Bernabéu. O Liverpool e o Milan, segundo o que tem sido noticiado, já mostraram interesse na sua contratação, mas não é claro que o Real esteja disposto a abdicar de um jovem – espanhol, ainda por cima – com tanto potencial. O mais provável é que Isco faça parte dos planos do campeão europeu para a nova temporada Ainda mais provável é que não passe de um substituto de James. E assim, com tanta facilidade, pode passar de Zidane a Guti.

Comentários