Anterior1 de 4Próximo

A lesão de Harry Kane fez soar os alarmes nas bandas de White Hart Lane. O internacional inglês, que contabiliza 181 golos oficiais em 278 jogos, está fora dos relvados até abril e deixou os fãs dos Spurs e José Mourinho com as mãos na cabeça.

O plantel do Tottenham Hotspur FC carece de uma alternativa real a Kane desde o início da temporada, sendo que, para o último terço do relvado, os Spurs têm Son Heung Min, Lucas Moura e Érik Lamela, três avançados que rendem muito mais a partir dos corredores laterais, e ainda Lo Celso e Eriksen que são médios ofensivos, mas que podem jogar a partir de uma ala também. Dele Alli também pode ser acrescentado à equação, sendo um jogador de ruturas, com e sem bola, e que se sente melhor a jogar entrelinhas, e Ryan Sessègnon, uma espécie de Gareth Bale do presente, que tanto alinha como defesa esquerdo, como a extremo esquerdo.

Visto assim, até parece que Mourinho tem um leque considerável de opções, mas, na prática não é isso que acontece. Primeiro, substituir Kane, deve roçar o “impossível”. Ninguém é insubstituível, no entanto encontrar um “9” como o inglês, nesta altura, é uma possibilidade inexistente, pois não há mais ninguém como ele (talvez Lewandowski seja o mais parecido, mas é uma autêntica utopia pensar que o vice-campeão da europa o consegue tirar ao todo poderoso FC Bayern Munique).

Tecnicamente fortíssimo, com potência e colocação de remate a curta e longa distância, matador, tanto de cabeça como no 1×1 com o guarda redes, e ainda, dotado de capacidade para jogar em associação ou partir para lances individuais. Se Kane estará fora até abril e se não há mais ninguém que o possa “clonar” e encaixar que nem uma luva no modelo do Spurs, então é certo que o paradigma ofensivo e defensivo do Tottenham Hotpsur terá de mudar.

Anúncio Publicitário

José Mourinho e a direção dos Spurs vão ter de optar por escolher um perfil de ponta de lança, que permita a equipa adotar um modelo de jogo com nuances diferentes. Ficam aqui três opções viáveis para o importante reforço do ataque londrino.

Anterior1 de 4Próximo

Comentários