Anterior1 de 3Próximo

Avassalador! O Manchester City conquistou a Taça de Inglaterra, após vencer o Watford por 6-0 na final de Wembley. Num encontro em que o clube de Manchester foi perfeito a todos os níveis, os citizens arrecadaram o quarto título da temporada (Supertaça, Taça da Liga, Premier League e agora FA Cup) e a tão desejada tripla coroa.

Perante o olhar atento de 90000 espetadores, a partida começou com o Watford encostado às cordas e o City com a responsabilidade de assumir a posse de bola.

Porém, a primeira oportunidade de golo da tarde pertencia aos Hornets, aos 11 minutos. Após um bom envolvimento coletivo do conjunto de Javi Gracia, o esférico chegou a Roberto Pereyra e o argentino obrigou Ederson a uma excelente intervenção.

Dez minutos depois, os jogadores do Watford pediram mão na bola de Kompany dentro de área, mas o árbitro Kevin Friend entendeu que não havia motivos para assinalar grande penalidade.

Numa altura em que os Golden Boys começavam a crescer em campo, os citizens aproveitaram uma falha de atenção de Doucoré e chegaram à vantagem: 26 minutos jogados em Wembley, a bola a chegar a David Silva e o espanhol, em posição regular, a fazer o 1-0.

A cinco minutos do intervalo, quando tudo parecia fácil para o City, a equipa de Pep Guardiola fez o 2-0: passe milimétrico de Bernardo Silva e, na cara do guarda-redes, Gabriel Jesus não vacilou. O avançado brasileiro – e grande novidade no onze do campeão inglês – marcava na sua 100ª aparição pelo clube.

David Silva fez o 1-0 em Wembley e o seu primeiro golo em 2019
Fonte: Manchester City FC

A segunda parte começou como acabou a primeira, com Gabriel Jesus a fazer abanar novamente as redes de Heurelho Gomes. No entanto, o juiz da partida estava atento à posição de fora de jogo de Jesus, na hora do passe de Zinchenko, e não validou o lance.

Aos 61 minutos, o recém-entrado Kevin De Bruyne, com um toque de classe, tirou Gomes de cena e, com a baliza à sua mercê, fez o 3-0. A taça estava cada vez mais próxima de viajar até ao museu do clube de Manchester.

No jogo mais apetecível da temporada inglesa, os citizens iam fazendo a festa, e com a festa chegou um festival… de golos. Aos 68 minutos, De Bruyne voltou a fazer tudo bem, assistiu Gabriel Jesus e o ponta-de-lança de 22 anos fez o segundo da conta pessoal, e o quarto da tarde.

A dez minutos do fim do encontro, o City chegou à mão cheia de golos, uma vez mais com Bernardo Silva em destaque: o internacional português trabalhou bem sobre o flanco esquerdo e assistiu Sterling para o quinto do encontro.

O extremo inglês, aos 87’, acabaria por estabelecer o resultado final em 6-0, numa tarde formidável da formação de Guardiola. O Manchester City juntou assim o campeonato e taça pela primeira vez, e tirou a possibilidade ao Watford de alcançar o seu primeiro troféu relevante.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES:

Manchester City FC: Ederson, Walker, Kompay, Laporte, Zinchenko; Gündoğan (Sané, 73’), David Silva (Stones, 79’), Bernardo Silva; Mahrez (De Bruyne, 55’), Sterling, Jesus.

Watford FC: Gomes, Kiko, Mariappa, Cathcart, Holebas; Doucoré, Capoue, Hughes (Cleverley, 73’), Pereyra (Success, 66’); Deulofeu (Gray, 66’), Deeney.

Anterior1 de 3Próximo

Comentários