Em maio do ano passado, Marco Silva assumiu funções como treinador principal do Everton FC, de Liverpool. E logo afirmou que o grande objetivo seria voltar a colocar os Toffes nos lugares cimeiros da tabela.

Depois de boas passagens por Hull City AFC e Watford FC, o jovem treinador chegou à cidade de Liverpool com algum curriculum e bem visto pela direção do Everton.

A escolha de um treinador jovem e com ideias “frescas” foi a aposta feita pelo proprietário do clube, o iraniano Farhad Moshiri. Para cumprir as expetativas e atingir aquele que tinha sido o compromisso feito com a direção e com os adeptos (que queriam voltar a ver o Everton intrometer-se entre os maiores dos maiores na Premier League), Marco Silva foi ao mercado de transferências.

Começou por trazer o extremo Richarlison, um craque brasileiro que já tinha sido treinado por si no Watford. Depois seguiu-se o Yerri Mina, o Lucas Digne e o André Gomes (empréstimo) do FC Barcelona, o Bernard do Shakhtar Donetsk, treinado por Paulo Fonseca, e ainda o central francês Kurt Zouma, que chegou por empréstimo do Chelsea FC.

Com uma equipa bastante equilibrada em todos os setores, com as estratégias do português já adquiridas e com a pré-epoca realizada, o grande desafio de toda a carreira do treinador português estava prestes a começar. Será o técnico, natural de Lisboa, capaz de conduzir o Everton FC aos palcos europeus?

Apesar do início “promissor”, podemos dizer assim, de Marco Silva e da sua equipa, com resultados positivos e com alguns pontos conquistados (inclusive, frente ao Chelsea FC), os Toffes estão a passar por um mau momento. Aquele que era o objetivo inicial para Marco Silva está agora cada vez mais difícil de alcançar. O Everton não é capaz de se manter constante nas vitórias e isso faz com que neste momento permaneça no décimo lugar da tabela, a 10 pontos do quinto classificado, o Arsenal FC.

O Everton FC tem de fazer melhor se quiser sonhar com um apuramento paras as competições europeias. Fonte: Premier League
O Everton FC tem de fazer melhor se quiser sonhar com um apuramento paras as competições europeias.
Fonte: Premier League

Com a segunda volta já iniciada a tarefa para a equipa de Merseyside vai-se tornando cada vez mais difícil. No entanto, e depois de terem sido eliminados na Taça de Inglaterra (3-2 frente ao Millwal do Championship), têm agora uma boa oportunidade para se redimirem e fazerem uma segunda volta diferente. E quem sabe, que ajude os adeptos dos blues a sonharem com um apuramento europeu.

Marco Silva tem estado sempre durante toda a sua carreira entre o limiar do sucesso e do fracasso. Já fracassou nuns, foi bem-sucedido noutros, mas este clube inglês é sem dúvida a grande rampa de lançamento para o português. Só depende de ele próprio para construir o seu futuro enquanto treinador de futebol consagrado. Para isso acontecer tem de dar muito mais de si e fazer mais, em termos de resultados.

No futebol, o treinador tem uma posição muito ingrata, é certo, mas o Marco tem experiência e sabe que um bom trabalho no Everton FC, pode ser o necessário para vir a ser mais um dos técnicos portugueses a ser falados até no fim do mundo.

Foto de Capa: Everton FC

Artigo revisto por: Jorge Neves

Comentários