Cabeçalho Liga Inglesa Numa altura em que estamos a meio do período referente ao mercado de inverno muitas são as transferências que se fazem sentir na Europa. Em terras de sua majestade, mais propriamente, em Liverpool, Jurgen Klopp consegui contratar um “amor antigo” para reforçar o setor defensivo dos reds. Falamos do holandês, que atua com defesa central, Virgil Van Dijk.

Proveniente do Southampton FC, outra equipa da Premier League, o central estava a ser observado pelo Liverpool FC desde o verão de 2017 e esteve muito próximo de ser contratado nesse mesmo período de transferências. Um defesa com características muito próprias e que encaixa “perfeitamente” no esquema do treinador alemão, reforçando assim o setor mais débil da sua equipa.

Podia ter tido melhor início? Fonte: Instagram Oficial de Van Dijk
Podia ter tido melhor início?
Fonte: Instagram Oficial de Van Dijk

Melhor que este, claramente que não. O holandês chegou e estreou-se da melhor forma, marcando o golo da vitória ao minuto 84 frente ao eterno rival de Merseyside, Everton FC, no jogo a contar para a 3ª eliminatória da Taça de Inglaterra. O defesa de 26 anos chega com excelentes condições para se tornar o “patrão” da defesa do Liverpool, que necessitava, com alguma urgência, de um defesa com as características do Virgil: agressividade, marcação, capacidade de jogo aéreo etc.

O Liverpool vê assim a chegada de um “grande reforço” que custou 85 milhões de euros e que será preponderante para a segunda metade da época dos reds. Podemos afirmar que é um jogador com alguma experiência, uma vez que jogou quatro anos no Southampton FC, ou seja, conhece bem a liga inglesa.

Contudo é um jogador que poderá sentir a pressão por parte do exterior devido á elevada quantia que a direção dos reds pagou pelo seu passe. Posto isto, os adeptos “fervorosos” de Anfield Road esperarão o retorno do holandês que, na minha opinião, irá conseguir fazer jus à sua nova alcunha: “senhor 85 milhões”

Anúncio Publicitário

Foto de capa: Instagram oficial de Van Dijk

Artigo anteriorOs Vikings Americanos
Próximo artigoSL Benfica 3-0 GD Chaves: Novos Ares
Desde os 6 anos que é um amante de futebol e praticante do mesmo, pelo que o conhece dentro e fora das quatro linhas. Não se considera um louco, mas sim um verdadeiro apaixonado pelo desporto rei e tem como referências desportivas, Cristiano Ronaldo e Roberto Firmino. Está a tirar licenciatura em Jornalismo.                                                                                                                                                 O Diogo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.