Anterior1 de 4Próximo

Nuno Espirito Santo, após uma época onde falhou a conquista de títulos ao serviço do Futebol Clube do Porto, decidiu aventurar-se no Championship Inglês, aquela que é considerada por muitos a liga mais competitiva da Europa, ao serviço do Wolverhampton. Aquilo que podia ter sido tido em conta como um passo atrás, devido à mudança de um grande clube português para um clube de segunda liga, aparenta ter sido sim uma rampa de lançamento aproveitada pelo português, para na próxima época se poder estrear na melhor liga da Europa, a Premier League.

A equipa de Nuno esteve praticamente toda a época na liderança, tendo desde cedo garantido uma vantagem pontual confortável, que já lhe permitiu, a algumas jornadas do fim do campeonato, garantir a subida direta ao principal escalão. Agora falta ainda lutar pelo objetivo de vencer o título, que dificilmente deixará de alcançar. Nesta jornada vitoriosa, além do técnico, vários jogadores (sete!) fizeram parte do plantel e deram o seu contributo para a construção de um caminho notável em direção à Premier League. Falemos, então, sobre alguns deles.

Rúben Neves

Fonte: Wolverhampton Wanderers FC

O médio que Nuno Espírito Santo trouxe consigo do Porto tem sido a principal figura da equipa dos lobos, estando até nomeado para o prémio de melhor jogador do Championship. O ex-Porto assumiu-se como o maestro da equipa, e tem passeado classe pelos relvados ingleses, onde os adeptos do seu clube até já cantam que “é melhor do que Zidane”. A sua qualidade técnica, os seus passes de morte e os belíssimos golos que tem marcado colocam-no já como alvo de clubes de maior nomeada. É portanto mais um exemplo puro de um passo dado atrás para posteriormente dar dois à frente. Seja ao serviço da atual equipa, ou de um clube de maior patamar, o certo é que na próxima temporada terá a chance de mostrar toda a sua qualidade nos maiores palcos da Europa, alcançando um patamar tão elevado quando tem apenas 21 anos de idade.

Anterior1 de 4Próximo

Comentários