A CRÓNICA: A ESPERANÇA DADA POR MORATA QUE REBIĆ DESTROÇOU…

A quarta jornada da Liga Italiana trouxe jogo grande, com o AC Milan a deslocar-se a Turim para visitar a Juventus FC, num encontro em que a conquista de pontos era essencial para qualquer uma das equipas, mas em que a maior pressão por uma vitória pendia para o lado da “Vecchia Signora”.

Posto isto, a formação da casa entrou decidida a inverter a tendência negativa neste arranque de temporada – com apenas um ponto em três jogos – e iniciou o encontro a todo o gás, inaugurando o marcador logo aos quatro minutos, por intermédio de Álvaro Morata, que aproveitou uma perda de bola para lançar um rápido contra-ataque. Os Rossoneri tentaram responder, mas não foram capazes de criar perigo efetivo junto da baliza defendida por Szczęsny.

Anúncio Publicitário

No segundo tempo, a partida retomou com alguma intensidade no jogo, com ambas as equipas a trocarem bem a bola e a procurarem o caminho da baliza, mas a verdade é que as oportunidades de golo continuavam caras. A Juventus, em vantagem no marcador, tentava impor o seu estilo de jogo na partida, mas sempre com o Milan atrás do prejuízo.

A formação visitante não desistiu, e apesar das poucas oportunidades criadas, conseguiu mesmo chegar ao golo do empate, por intermédio de Ante Rebić, que respondeu da melhor maneira à conversão de um pontapé de campo. O encontro aqueceu, e ambas as equipas procuraram o golo da vitória até ao fim, algo que não aconteceu e ditou a igualdade final no marcador.

Assim, com este resultado, a Juventus FC continua numa posição muito precária da tabela classificativa, encontrando-se na antepenúltima (!) posição, abaixo da linha de água, com dois pontos em quatro jogos, resultado de dois empates e duas derrotas.

Ainda que o campeonato apenas esteja na quarta jornada, não deixam de ser números preocupantes para a formação de Turim. Já o AC Milan ocupa o segundo posto da classificação, com 10 pontos, em igualdade com o Internazionale FC, primeiro classificado.

 

 

A FIGURA

Paulo Dybala – O avançado argentino, com a saída de Cristiano Ronaldo, tem-se assumido cada vez mais como a grande estrela da equipa, voltando a realizar mais uma grande partida, recheada de talento e qualidade.

O FORA DE JOGO

Rafael Leão – O avançado português apresentou-se a um nível bastante aquém do esperado, tendo sido, na minha opinião, o elo mais fraco em campo.

 

ANÁLISE TÁTICA – JUVENTUS FC

Os homens orientados por Massimiliano Allegri perfilaram-se num sistema tático base em 4-4-2, com Morata e Dybala a serem as referências ofensivas da equipa. Por falta de extremos de raiz, a “velha senhora” privilegiou o jogo interior, ainda que os laterais, a espaços, se tenham projetado na frente. A falta de eficácia foi também notória, ainda que as oportunidades de golo tenham sido poucas. A formação de Turim apresentou-se bem organizada, mas ainda assim, não foi capaz de segurar a vitória.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Szczęsny (6)

Danilo (7)

Bonucci (7)

Chiellini (7)

Alex Sandro (7)

Cuadrado (6)

Bentancur (6)

Locatelli (6)

Rabiot (6)

Dybala (7)

Morata (7)

SUBS UTILIZADOS

Kean (6)

Chiesa (6)

Kulusevski (6)

 

ANÁLISE TÁTICA – AC MILAN

A formação orientada por Stefano Pioli alinhou num dispositivo tático base em 4-2-3-1. Sem qualquer ponta-de-lança de raiz disponível, face às ausências por lesão de Giroud e Ibrahimović, Rafael Leão foi o homem que ocupou essa posição. Num Milan algo apático no primeiro tempo, Brahim Díaz foi o jogador que mais tentou mexer com o jogo da sua equipa, quebrando linhas e tentando dar dinâmica ao ataque.

Defensivamente, os “rossoneri” deram bastante espaço nas costas da defesa, tendo sido surpreendidos no contragolpe em algumas ocasiões. Na segunda parte melhoraram os processos e os lances de bola parada acabaram por ser cruciais, tendo sido num desses momentos em que a equipa acabou por chegar ao tento que lhe valeu um ponto.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Maignan (7)

Tomori (7)

Kjaer (6)

Romagnoli (6)

Hernández (6)

Tonali (7)

Kessié (7)

Saelemaekers (6)

Díaz (7)

Leão (5)

Rebić (7)

SUBS UTILIZADOS

Kalulu (6)

Florenzi (6)

Bennacer (6)

Maldini (-)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome