Cabeçalho Futebol Internacional

Aos 39 anos de idade, o antigo artilheiro russo Dmitri Kirichenko tem em mãos um pequeno gigante do futebol, criado por Kurban Berdyev, e vê, sem que muito tenha contribuído para isso, mais uma vez o seu nome escrito na história do desporto-rei à conta de um FC Rostov que surpreendeu a Europa do futebol ao deixar para trás o RSC Anderlecht e o AFC Ajax conseguindo o apuramento para a fase de grupos da Liga dos Campeões.

Dmitri Kirichenko, o “herdeiro acidental” de Kurban Berdyev Fonte: Sovsport
Dmitri Kirichenko, o “herdeiro acidental” de Kurban Berdyev
Fonte: Sovsport

Kirichenko, que, para além de ter sido um prolífico goleador, foi também o autor do golo mais rápido de sempre em Campeonatos da Europa de futebol (marcou aos 67 segundos de jogo frente à Grécia no Euro 2004), voltou às luzes da ribalta após a saída intempestiva do mágico do Turcomenistão, Kurban Berdyev, do comando do FC Rostov após a vitória por 2-0 em Bruxelas diante do RSC Anderlecht. Kirichenko, que trabalhava como treinador-adjunto dos Selmashi desde 2014, viu-se de um momento para o outro obrigado a assumir as rédeas da equipa, assumir apenas em teoria, porque, na verdade, Berdyev nunca deixou a formação do FC Rostov.