Anterior1 de 4

As lesões são o pior do futebol. A ideia não é nova. Lembremo-nos de quando Bernardo Silva falhou o Campeonato da Europa 2016. Recordamos também com tristeza o momento em que Reus se lesionou e falhou o Mundial 2014.

Claro, a lesão de Cristiano Ronaldo que o impediu de jogar grande parte da final do Europeu de França e que figurará para sempre nos momentos mais inesquecíveis da história do futebol. Outros exemplos haverá. Mais recentemente, foram Arias, Van Dijk ou André Almeida que provaram o cruel sabor da dor. Não a física, mas sim o irremediável sofrimento de não poderem fazer o que mais gostam. Quantos destinos já terão sido mudados por causa de lesões? Nunca saberemos.

Ainda assim, muitas carreiras terminaram mais cedo do que o esperado e outras foram profundamente desvirtuadas por causa delas. Recordemos algumas de grande gravidade.

Anterior1 de 4

Anúncio Publicitário

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome