5.

Aymeric Laporte – O defesa-central francês foi uma das primeiras grandes contratações dos cityzens na era Pep Guardiola. Corria a época 2017-18 e Laporte era a grande figura da equipa do Athletic Bilbau, feito raro para um defesa a jogar num dos históricos emblemas da Liga espanhola.

No defeso de inverno de 2018, o Manchester City FC tentou negociar o passe do francês com os bascos, mas acabou mesmo por ter de pagar os €65 milhões que cifravam na cláusula de rescisão do contrato celebrado entre o Athletic e o jogador.

Desde então, Aymeric Laporte já jogou 86 vezes pelos cityzens, tendo apontado 6 golos e assinado três assistências. Infelizmente para ambas as partes, o francês tem sido assolado com algum azar nas lesões.

A sua preponderância no City é por si só explicativa, uma vez que os analistas e comentadores britânicos relacionaram a lesão grave que o francês contraiu no joelho à quebra de rendimento na primeira metade da temporada 2019-20.

Anúncio Publicitário
1
2
3
4
5
6
Artigo anteriorAntevisão Portugal-Espanha: Dérbi Ibérico prepara Liga das Nações
Próximo artigoAnálise final da A Volta a Portugal Edição Especial
O Diogo é licenciado em Jornalismo pela Universidade Católica. Também tirou o curso de árbitro na Associação de Futebol de Lisboa. Tinha 8 anos quando começou a perceber a emoção que o desporto movia. No espaço de quinze dias, observou a família a chorar de alegria o golo do Miguel Garcia em Alkmaar, a tristeza da derrota em Alvalade contra o CSKA o ensurdecedor apoio dos adeptos do Liverpool enquanto perdiam a final da Liga dos Campeões por 3-0. Hoje, e cada vez mais apaixonado por futebol, continua a desenhar o seu percurso para tentar devolver a esta indústria tudo o que dela já recebeu.                                                                                                                                                 O Diogo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.