Cabeçalho Futebol Internacional

A parte sul dos Montes Urais esconde o Bascortostão, uma das muitas repúblicas que compõem a extensa Federação Russa. Visto como um dos maiores centros culturais da Rússia, tem na sua capital Ufa, uma cidade moderna com mais de 1 milhão de habitantes e que serve de base ao FC Ufa, emblema do principal escalão do futebol russo, actualmente orientado pelo jovem treinador bielorrusso Viktor Goncharenko.

Aos 39 anos de idade, Goncharenko conta já com um currículo bastante interessante, tendo-se tornado no mais jovem treinador de sempre a orientar uma equipa na fase de grupos da Liga dos Campeões da UEFA, quando orientava o FC BATE Borisov em 2008. A carreira de Goncharenko quase se confunde com a ascensão do actual campeão bielorrusso na alta roda do futebol europeu, no entanto, não foi de todo uma surpresa quando em 2013 Viktor decidiu abandonar o emblema da cidade Borisov para tentar a sua sorte além fronteiras. O destino de Goncharenko foi a Liga Russa, mas nas suas breves passagens pelo FC Kuban Krasnodar e FC Ural, o técnico bielorrusso nunca conseguiu, por este ou aquele motivo, pôr em prática tudo aquilo que o tinha tornado famoso enquanto treinador do FC BATE Borisov.

Os dias de Liga dos Campeões com o FC BATE Borisov Fonte: sport.tut.by
Os dias de Liga dos Campeões com o FC BATE Borisov
Fonte: sport.tut.by

Durante a temporada passada, de forma algo surpreendente, fez parte da equipa técnica do PFC CSKA Moscovo. Não era expectável que Goncharenko abandonasse a sua carreira como técnico principal para fazer parte de uma vasta equipa técnica comandada por Leonid Slutsky, técnico cujo modelo de jogo em nada ou em muito pouco se assemelha ao que o especialista (é assim que os russos se referem aos treinadores) bielorrusso tem colocado em prática durante a sua carreira e felizmente isso não veio a acontecer.