Cabeçalho Futebol InternacionalNasceu em Titogrado, actual Podgorica, ainda nos tempos da extinta Jugoslávia, e cresceu para o mundo do futebol, a admirar não os grandes “craques” daquela antiga nação do velho continente mas um avançado com um talento ímpar, que por aquela altura conquistava Itália ao serviço do AC Milan. Stevan Jovetic via no ucraniano Andriy Shevchenko um modelo a seguir, e ainda hoje é peremptório ao afirmar que aprendeu com Sheva a arte de ser avançado, enquanto seguia pela televisão a sua carreira na Serie A. “Ele era o meu herói.”, confessava Jovetic ao Daily Mail numa entrevista concedida em 2013, pouco depois de ter chegado a Inglaterra para representar o Manchester City.

No seu quarto, Jovetic acompanhava a carreira de Sheva e colecionava avidamente todos os cromos do seu herói. Anos mais tarde, quando Jovetic militava na ACF Fiorentina, o montenegrino teve a oportunidade única de dar cor aos seus sonhos de criança ao enfrentar dentro das quatro linhas aquele que lhe tinha “ensinado” a ser avançado quando para ele o estrelato no mundo do futebol era ainda uma miragem. Shevchenko vivia em 2009 a sua segunda passagem pelo AC Milan e no último jogo da temporada media forças com a ACF Fiorentina de Jovetic. “Era o último encontro da época. Tivemos a oportunidade de conversar e trocámos camisolas. Ainda tenho essa camisola em minha casa.”, contava o montenegrino nessa mesma entrevista ao Daily Mail.

Jovetic nos tempos de ouro passados no FK Partizan Fonte: Playbuzz.com
Jovetic nos tempos de ouro passados no FK Partizan
Fonte: Playbuzz.com

Jovetic era o menino de ouro da academia do FK Partizan, e foi sem surpresa que se estreou na equipa principal com apenas 16 anos de idade. Mudou-se de Podgorica para Belgrado aos 13 anos de idade acompanhado da sua irmã, que era quatro anos mais velha, e a forma como cresceu rapidamente naquela verdadeira “fábrica do futebol” não deixou ninguém indiferente. Capitão de equipa aos 17 anos, Jovetic começava a despertar atenções além fronteiras, e em Maio de 2008 assinava contrato com a ACF Fiorentina, cumprindo assim o seu outro sonho de criança, que era jogar na Serie A.

Actualmente com 27 anos, a carreira de Joveta, como é conhecido no seu país de origem e na Sérvia, tem sido manchada por sucessivas lesões e pelos consequentes problemas físicos que daí advêm. Depois de passagens pelo Manchester City e pelo FC Internazionale Milano, clube ao qual ainda pertence, Jovetic viu-se no início desta temporada afastado das escolhas principais dos técnicos (Frank de Boer e Stefano Pioli) do gigante italiano, sendo, por exemplo, preterido da lista de inscritos na Liga Europa.