spot_imgspot_img

    Portugal 3-0 Noruega (Sub-21): Três bacalhaus numa noite tranquila 

    A CRÓNICA: NUM JOGO SEM GRANDES PROBLEMAS, PORTUGAL REFORÇA ESTATUTO DE CANDIDATO AO EUROPEU QUE SE AVIZINHA

    Num jogo de cariz particular, a seleção de Portugal, orientada por Rui Jorge, recebia a congénere da Noruega no Estádio do Varzim, naquele que era mais um teste de preparação para o Campeonato da Europa Sub-21 onde estas duas seleções vão participar.

    A partida, numa fase inicial, não foi recheada de grandes incidências. As duas seleções repartiam chegadas ao último terço, mas sem nenhuma ocasião de grande perigo, com a exceção apenas a dois remates de Fábio Vieira, que ameaçou primeiro de livre e depois em bola corrida à entrada da área, onde ficou muito perto de abrir o mercador. 

    No entanto, o golo chegaria mesmo, aos 35 minutos, por intermédio de Afonso Sousa, que aproveitou uma bola perdida perto da área e rematou forte para a baliza, contando ainda com o desvio de um defesa adversário.

    Defensivamente, não se pode dizer que Portugal jogou de forma permeável, porém as “quinas” iam dando alguma margem para a Noruega atacar, não aproveitando a seleção viking para causar danos. Ofensivamente, Henrique Araújo não ia tendo o jogo mais feliz, parecendo que faltava sempre alguma coisa ao avançado do Watford. O jogo manteve-se nesta toada e o resultado permaneceu 1-0 à entrada para o intervalo.

    Na segunda parte, Rui Jorge substituiu praticamente todos os jogadores com a exceção do guarda-redes e dos dois centrais, com a equipa a demorar a ‘engatar’ no jogo, que se ia jogando um ritmo quase de treino. Por esse motivo, as oportunidades não eram tantas, mas Portugal voltou a marcar neste encontro. Ao minuto 66, Samu Costa conseguiu desviar um cruzamento de Nuno Tavares que parecia quase impossível de chegar e Vitinha só encostou para ampliar o marcador.

    A seleção da Noruega não mostrava muitos argumentos para se conseguir superiorizar, mas a espaços iam equilibrando o jogo. No conjunto português, a ideia continuava lá, a ocupação de espaços permanecia a mesma e não havia grandes oscilações. Era quase impossível os comandados de Rui Jorge serem apanhados de surpresa, fruto do bom jogo de coberturas ofensivas que iam demonstrando e nas ajudas ao portador da bola. Ia havendo pouca criatividade no jogo.

    O jogo ia decorrendo de forma pacífica e já perto do fim André Almeida fechou com chave de ouro. Remate fora da área, colocado bem juntinho ao poste esquerdo, com grande mestria. Assim, Portugal venceu este teste por 3-0 e demonstrou que é uma seleção que quer chegar até ao dia 8 de julho a lutar pelo título de campeão europeu.

    A FIGURA

    Portugal
    Fonte: Paulo Ladeira / Bola na Rede

    Afonso Sousa – Não sendo hoje um jogo fácil de avaliar um destaque, o médio que atua no Lech Poznan foi um elemento muito importante a construir a vantagem levada para intervalo. No meio-campo, mostrou sempre a qualidade que lhe é reconhecida a nível técnico e acabou por coroar a sua exibição bem conseguida com um golo, ainda que desviado, que resulta de um belo remate. A mostrar porque é que é um jogador com capacidade para voos maiores a nível de clubes.

    O FORA DE JOGO

    Portugal
    Fonte: Paulo Ladeira / Bola na Rede

    Henrique Araújo – Não foi um jogo fácil para o madeirense, que foi pouco solicitado no jogo. Nas vezes em que o foi, revelou alguma falta de confiança nas decisões, passando assim um pouco ao lado. Não foi inteiramente culpado, nem se pode dizer que fez propriamente um mau jogo, mas não se conseguiu destacar e ficou um pouco aquém do esperado.

    BnR NA CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

    Portugal

    BnR: Com algumas estreias nestes dois jogos, que balanço é que faz dos jogadores que se estrearam e o papel deles para o que se avizinha?

    Rui Jorge: O [Tomás] Araújo é um exemplo, já esteve connosco em estágios e dentro do nosso grupo, mas eu falei de todos, tiveram todos bem, o Dani [Silva] também chegou e esteve bem. Todos deram boas indicações, agora resta-nos escolher para fase final, com a certeza que temos boa qualidade por onde escolher.

    Noruega

    Não foram colocadas questões ao selecionador da Noruega, Leif Smerud.

    - Advertisement -
    spot_img

    Subscreve!

    Artigos Populares

    Inter Miami procura juntar trio campeão do mundo

    O Inter Miami já confirmou a contratação de Lionel...

    Chris Paul de saída dos Phoenix Suns

    O base dos Phoenix Suns, Chris Paul, está de...

    Emerson Palmieri faz história com a conquista da Conference League

    Emerson Palmieri, com a conquista da Conference League, conseguiu...
    Fernando Coelho
    Fernando Coelho
    Jogador de futsal amador, treinador de bancada profissional. A aprender diariamente, acredita que o desporto pode ser diferente. Escreve com acordo ortográfico.