Com uma seleção que mistura experiência com a irreverência de jovens jogadores, que venceram o Europeu sub-21 em 2015, a Suécia parte para o Euro 2016 com a esperança de melhorar o resultado da última fase final em que participaram, o Europeu 2012, no qual foi eliminada na fase de grupos.

 

Na fase de qualificação, a seleção sueca, que não surpreendeu pela positiva, ficou no terceiro posto do seu grupo, o que valeu um lugar no play-off de apuramento. Face à Dinamarca, com Zlatan Ibrahimovic inspirado ao seu melhor nível, a Suécia conseguir vencer a eliminatória e marcar, assim, presença neste verão em França. Tanto na fase de qualificação, como nos jogos particulares que se seguiram, os suecos não conseguiram mostrar um futebol particularmente interessante nem ao nível exibicional, nem de resultado. No entanto, os valores individuais podem fazer a diferença, para um triunfo, a qualquer momento.

Anúncio Publicitário

Com Zlatan Ibrahimovic, o herói da seleção sueca, em foco de destaque, não só pelos golos que marca, mas por tudo o que oferece à equipa dentro das quatro linhas, aliado à coesão defensiva e ao surgimento emergente de jovens valores de alta qualidade, a Suécia parte para este Europeu com a esperança de conseguir surpreender o mundo do futebol e chegar o mais longe possível na competição, tarefa que aparenta ser bem difícil.