Campeonato da Europa sub-21, Final: domingo, 20h00, 6 de junho de 2021

ANTEVISÃO: A ÚLTIMA PARAGEM NO CAMPEONATO DA EUROPA SUB-21

Anúncio Publicitário

Na 23ª edição do Campeonato da Europa de Sub-21, o grande vencedor será decidido em solo esloveno. Alemanha ou Portugal, quem será?

É O JOGO DE TODAS AS DECISÕES PARA A EQUIPA DAS QUINAS. SERÁ QUE À TERCEIRA É DE VEZ? APOSTA JÁ NESTA FINAL NA BET.PT!

Ambas as seleções encerram esta prova com uma missão clara. Os germânicos desejam vingar a edição de 2019, que perderam na final com a Espanha, e levantar a taça pela terceira vez na história. Por sua vez, a seleção portuguesa sonha em realizar o que nunca foi feito outrora – vencer o Campeonato da Europa de Sub-21. Perspetivo 90 minutos emocionantes, com muita ansiedade e nervos à mistura. É normal, é futebol.

Recordemos então o passado entre estas duas ilustres seleções. Três jogos, três vitórias para Portugal em fases finais. É um facto de que o grito lusitano tem levado a melhor sobre a força germânica. Não obstante, subestimar o adversário é um passo estreito para a derrota.

A Alemanha afirma-se com um coletivo fortíssimo e agressivo, junto de uma ótima capacidade ofensiva. Do outro lado, Portugal transita numa “autoestrada” de 12 vitórias consecutivas até à final. Derrubou a Inglaterra. Eliminou a Itália e Espanha (ambas com cinco títulos europeus). Incrível… Mérito da geração dourada que venceu o Europeu de sub-17 e sub-19. Conseguirão agarrar também o de sub-21?

10 DADOS RÁPIDOS

  1. Portugal garante a terceira presença na final de um Campeonato da Europa sub-21, após perder em 1994 e 2015.
  2. Alemanha alcança a terceira final consecutiva (2017, 2019 e 2021).
  3. Portugal é o melhor ataque do Euro 2021 (12 golos) e é a segunda melhor defesa (3 golos sofridos).
  4. O último confronto entre as duas potências (em fases finais) terminou 5-0 para Portugal.
  5. A formação germânica não perde há oito jogos consecutivos e Portugal há 12.
  6. Dany Mota e Lukas Nmecha são os melhores marcadores das duas seleções, ambos com três golos.
  7. Florian Wirtz marcou o golo mais rápido da história de fases final do Euro sub-21 (29 segundos), nas meias finais frente aos Países Baixos.
  8. A Alemanha é a seleção que possui mais empates deste Euro (3). Em contrapartida, Portugal apenas dispõe de vitórias.
  9. A maior vitória de Portugal fora de portas foi na qualificação para o Euro de 2019, diante do Liechtenstein (0-9).
  10. A média de golos marcados de Portugal e Alemanha nos seus confrontos é de 67 e 0.33 (respetivamente).

 

JOGADORES A TER EM CONTA

Lukas Nmecha (Alemanha) – No decorrer do torneio, o internacional alemão tem sido uma peça importantíssima do “puzzle” germânico. Três golos e uma assistência são os seus números até ao momento. Com certeza, procurará causar alguns estragos e entregar o cetro à Alemanha. Além disso, é importante frisar que, nos últimos dias, tem sido muito associado ao Sporting CP. Por isso, meus caros leitores sportinguistas, poderá ser interessante observar Nmecha na final.

 

Dany Mota (Portugal) – Se estiver em forma na final como esteve contra a Itália, pode muito bem ser o jogador-chave da conquista do título. Estava endiabrado. Aquele golo de bicicleta, uma arte ao estilo de Picasso… Que categoria de jogador. Acho que Rui Jorge acertou em cheio. Sabe arrastar a marcação, joga muito bem na profundidade e é muito competente à frente da baliza. Aliás, é o melhor marcador de Portugal e poderá tornar-se no melhor da competição. Agora é contigo Dany, vai com tudo!

 

XI’S PROVÁVEIS

Alemanha: Finn Dahmen, David Raum, Nico Schlotterbeck, Amos Pieper, Josha Vagnoman, Arne Maier, Niklas Dorsch, Mergim Berisha, Florian Wirtz, Ridle Baku, Lukas Nmecha

Treinador: Stefan Kuntz

“Este espírito de equipa é extraordinário. As equipas que tinham mais valor de mercado estão todas em casa. Penso que os rapazes já mostraram que têm muito talento”.

 

Portugal: Diogo Costa, Abdu Conté, Diogo Leite, Diogo Queirós, Diogo Dalot, Daniel Bragança, Gedson Fernandes, Vitinha, Fábio Vieira, Rafael Leão, Dany Mota

Treinador: Rui Jorge

“Em 2015 vencemos 11 jogos consecutivos e com o triunfo nas meias-finais atingimos os 12º: é sensacional. As pessoas têm de perceber que é algo extremamente difícil. Vencemos equipas como Inglaterra, Espanha e Itália, esta geração está a fazer um percurso excelente. Todos os jogadores, os que jogaram mais e os que jogaram menos, têm contribuído para a equipa”.

 

PREVISÃO DE RESULTADO: ALEMANHA SUB-21 0-2 PORTUGAL SUB-21

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome