Anterior1 de 7Próximo

Cabeçalho Futebol Internacional

Após uma presença muito pouco dignificante no Mundial de Futebol do Brasil em 2014 (os comandados de Fabio Capello terminaram o torneio no 24.º lugar) a selecção russa prepara agora o assalto ao Campeonato Europeu de Futebol, que terá lugar em França a partir do próximo dia 10 de Junho.

Uma fase de apuramento altamente atribulada marcou o final da jornada do técnico italiano ao leme do couraçado russo e precipitou, de certa forma, a chegada de Leonid Slutsky ao comando da Sbornaya em Agosto de 2015. O técnico russo de 45 anos, que divide os seus afazeres na selecção nacional com a função de treinador do CSKA Moscovo, herdou uma equipa sem ideias e sem ritmo, mas ainda foi a tempo de garantir um lugar na fase final do Europeu de Futebol, garantindo o segundo lugar do Grupo G atrás de um conjunto austríaco altamente inspirado que passeou a sua qualidade durante toda a fase de qualificação.

O registo da formação russa em fases finais de europeus de futebol não é particularmente brilhante, com a excepção da fantástica prestação de 2008, onde Andrey Arshavin e companhia fizeram as delícias dos apaixonados por futebol do velho continente, conseguindo alcançar o 3.º lugar. Uma vez que é impossível fazer-se uma dissociação total da era soviética, o melhor registo do futebol russo provém precisamente do período em que competia em conjunto com as restantes repúblicas sob o nome de União Soviética e em que registou um 1.º lugar em 1960, precisamente em França, três segundos lugares em 1964, 1972 e 1988, respectivamente, e um 4.º lugar em 1968, num torneio que teve lugar em Itália.

Anterior1 de 7Próximo

Comentários