4.

Adepto iraniano destroçado com a eliminação do seu país
Fonte: FIFA

Irão – Acabou por não se qualificar para os oitavos de final, é verdade, no entanto o grupo do Irão era dos mais difíceis se não o mais difícil de todos, com duas equipas de topo mundial (Portugal e Espanha). Merecem aqui estar porque, para já estiveram muito próximo do apuramento, tiveram uma vitória frente a Marrocos, mas fora isso deram uma luta impressionante a Espanha e Portugal, chegando até a pensar por momentos que podia mesmo se ter qualificado. O entusiasmo e motivação que aqueles jogadores tinham era nítido, aquela vontade de mostrar e querer vencer era descarada, deixando todo um país a acreditar no apuramento até ao fim. Carlos Queiroz fez um bom trabalho e deixou uma equipa organizada com sangue frio capaz de gerir resultados e aproveitar as oportunidades deixadas pelos adversários. Era a equipa teoricamente mais fraca deste grupo e umas das mais fracas deste mundial, provou muito com estas exibições. Estão de parabéns.

Comentários