Anterior1 de 3Próximo

Peru e Austrália partiam para esta última jornada com estados de espírito diferentes. A seleção sul-americana já sabia de antemão que este seria o seu último jogo no seu regresso a um campeonato do mundo 36 anos depois. A formação da Oceânia, por seu turno, ainda acalentava esperanças de poder chegar aos oitavos, tendo que ganhar o seu jogo e esperar que a França ganhasse à Dinamarca.

Não houve grandes novidades nos titulares das duas equipas, somente por lesões e ambas as formações pretendiam ganhar, para dar uma alegria aos seus adeptos. A primeira parte foi equilibrada, com os dois conjuntos a procurarem a vitória, mas o Peru conseguiu neste jogo algo que lhe faltou nas primeiras jornadas deste grupo: eficácia.

Para além de um jogo muito positivo e entusiasmante, os peruanos aproveitaram as boas oportunidades que tiveram, marcando na metade inaugural através de um bom remate de André Carrillo, jogador contratualmente ligado ao SL Benfica e muito conhecido entre os adeptos portugueses, num remate que não deu hipóteses ao guardião Matt Ryan.

André Carrillo, que na última temporada atuou nos ingleses do Watford, fez um grande primeiro golo
Fonte: FIFA

Foi o momento alto dos primeiros 45 minutos, num jogo não tão brilhante como o confronto inicial perante a Dinamarca, mas muito mais objetivo e pragmático.

A tendência manteve-se na segunda parte, com mais um golo do Peru a abrir, desta feita do histórico Paolo Guerrero, grande referência da sua seleção apesar da sua veterania (34 anos) e de já não jogar na Europa (joga nos brasileiros do Flamengo), num desvio oportuno que ainda contou com um toque fortuito na defesa dos “socceroos” antes de trair o guarda-redes australiano.

À medida que o tempo ia passando, os jogadores da Austrália iam tentando chegar ao golo que fazia acreditar num milagre, mas este tardava em surgir. O Peru, por sua vez, apostava no contra-ataque sempre que possível e ainda conseguiu criar alguns sobressaltos na defesa contrária.

Mas o resultado não sofreu mais alterações até ao fim, ambas as seleções fizeram o seu derradeiro jogo nesta edição do campeonato do mundo, tendo o Peru ficado com o terceiro posto neste agrupamento, com os três pontos conquistados hoje e a Austrália ficou com o último lugar, com apenas um ponto.

Anterior1 de 3Próximo

Comentários