Anterior1 de 3Próximo

A Inglaterra entrava para a partida com ligeiro favoritismo e logo de início mostraram isso mesmo. Dos três remates que efetuou na 1.ª parte, dois foram com muito perigo à baliza. Kane logo no minuto 2′ faz um “chapéu” a Sommer mas a bola embate na barra.

Sterling e Dele Alli tiveram também oportunidade para marcar, mas a força no 1.º e a direção no 2.º não foram executadas nas melhores condições, acabando por não dar em nada.

A Suíça jogou esta 1.ª parte na expetativa, defendendo num bloco baixo e coeso, tentando sempre recuperar a bola para depois sair rápido no contra-ataque. Dos cinco remates executados, só um foi à baliza com algum perigo.

Dele Alli teve na cabeça uma excelente oportunidade de ir para o intervalo a vencer por 0-1
Fonte: UEFA

A Inglaterra chega ao intervalo com as melhores oportunidades criadas, mas o guarda-redes suíço Yann Sommer conseguiu manter a baliza impenetrável.

As equipas voltam ao relvado e a 2.ª parte inicia-se tal e qual como se iniciou a primeira. A Inglaterra mais confortável vai chegando à baliza com algum perigo. Aos 55,´o inglês Rose cruza à bola para a área suíça e, involuntariamente, Schar corta à bola que com felicidade bate no poste mas não entra. Já era a segunda bola a embater nos postes suíços.

A Suíça chega aos 60 minutos com alguns remates à baliza, mas quase sem perigo. Tais oportunidades foram acontecendo, pois, a Inglaterra foi-se expondo mais na procura do golo, permitindo aos suíços contra-atacarem com espaço e sem pressão.

A Inglaterra mostrou sempre conforto a construir a partir de trás, mas a decidir mal, por diversas vezes, no último terço do campo. Convém também, uma vez mais, realçar o trabalho coeso por parte da defesa da Suíça.

Callum Wilson introduziu a bola dentro da baliza mas o golo foi anulado (e bem) pelo VAR
Fonte: UEFA

Terminados os 90 minutos, o jogo prossegue para prolongamento. Mais 30 minutos de uma história idêntica ao tempo regulamentar: A Inglaterra assumindo o jogo, causando perigo em alguns remates e o guarda-redes Sommer e a sua defesa aguentando o nulo. Aos 117´, Sterling de livre direto, manda a bola à barra. 4-0 em bolas no poste para a Inglaterra e 0-0 no resultado, ao fim de 120 minutos de jogo.

Iniciaram-se as grandes penalidades, e as cinco para cada lado foram concretizadas com sucesso. Ao sexto remate suíço, Drmic remata para defesa à figura do guardião inglês.

Pickford defende o penálti decisivo e dá a vitória à Inglaterra
Fonte: UEFA

A Inglaterra vence a partida em penáltis, com justiça diga-se, pois, foi a seleção que esteve sempre mais perto de vencer em tempo regulamentar. A Suíça termina a competição em 4.º lugar mas mostrou ser um coletivo forte, unido e muito coeso.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES

Suíça: Sommer, Elvedi, Schar, Akanji, Mbabu, Fernandes (Zakaria, 61´), Xhaka, Freuler, Rodríguez (Drmic, 87´), Shaqiri (Zuber, 65´) e Seferovic (Okafor, 113´).

Inglaterra: Pickford, Rose (Walker, 70´), Maguire, Gomez, Arnold, Delph (Barkley, 106´), Dier, Lingard (Sancho, 106´), Sterling, Kane (Wilson, 75´) e Alli.

Anterior1 de 3Próximo

Comentários