Anterior1 de 3Próximo

Não se podia pedir melhor arranque! A seleção nacional portuguesa entrou a vencer no Europeu sub-19 realizado na Arménia, ao derrotar a Itália por 3-0. O resultado acaba por ser curto para o futebol produzido e para as oportunidades criadas ao longo do desafio.

A seleção italiana até entrou melhor no encontro, mas aos poucos a seleção portuguesa foi conseguindo impor as suas ideias e chegou ao primeiro golo: aos 28 minutos, na sequência de um pontapé de canto, Gonçalo Cardoso subiu à área italiana para fazer o 1-0 de cabeça.

Em cima do intervalo, a Itália esteve perto de empatar pelo intermédio dos avançados Piccolli e Salcedo, mas os primeiros 45 minutos acabavam com a vantagem lusa.

Portugal procura, na Arménia, revalidar o título de campeão europeu no escalão sub-19
Fonte: UEFA

No início do segundo tempo, essa mesma vantagem viria a ser ampliada, com dois golos no espaço de cinco minutos: aos 46’, Félix Correia deu de bandeja o 2-0 a Gonçalo Ramos; aos 51’, o mesmo Correia – que trocou o Sporting CP pelo Manchester City este verão – sentou o guardião italiano e fez o 3-0.

Até ao apito final, Portugal poderia ter duplicado os números do marcador, mas Carnesecchi ia brilhando entre os postes. A seleção das Quinas entrou da melhor forma possível no Europeu sub-19 e tem encontro agendado com a Espanha já na próxima quarta-feira.

Mesmo com muitas baixas de peso – Tiago Dantas, Romário Baró, Nuno Tavares, Rafael Camacho, Úmaro Embaló e Pedro Neto – a geração 2000, orientada por Filipe Ramos, reúne todas as condições para revalidar o título europeu conquistado há um ano.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES:

Itália: Carnesecchi, Gavioli (Ferrarini, 68’), Bellodi, Gozzi Iweru, Udogie; Ricci (Raspadori, 62’), Portanova, Greco (Nicolussi, 68’), Fagioli; Piccoli, Salcedo (Merola, 62’).

Portugal: Celton Biai, Tomás Tavares (Costinha, 87’), Gonçalo Loureiro, Gonçalo Cardoso, Tiago Lopes; Diogo Capitão, Vítor Ferreira (Rodrigo Fernandes, 79’), Fábio Vieira; Félix Correia (Daniel Silva, 88’), João Mário (António Gomes, 76’), Gonçalo Ramos (Tiago Rodrigues, 88’).

Anterior1 de 3Próximo

Comentários