Há nova naturalização para a frente de ataque da seleção. Depois de Liedson, em 2009, ser chamado para representar a equipa das quinas, agora é Dyego Sousa, goleador do SC Braga, a ser convocado para os jogos de qualificação do Euro’2020 de Portugal, relegando o herói do Euro’2016 Éder para fora da convocatória.

O registo do avançado luso-brasileiro tem sido impressionante, com 19 golos marcados esta temporada em 33 jogos oficiais. Sem nunca ter sido equacionado para representar o seu Brasil, Dyego Sousa tem agora a oportunidade de representar o país que o acolheu ainda em 2007, para representar os juniores do Nacional.

Dyego Sousa é o quarto brasileiro naturalizado na seleção este século, depois de Deco, Liedson e Pepe
Fonte: Sporting de Braga

É mesmo o ataque da seleção que apresenta as surpresas da convocatória. Para além do avançado do SC Braga, João Félix e Diogo Jota receberam a primeira chamada à seleção A. O extremo do Benfica tem estado em grande ao serviço dos encarnados, com 11 golos em 31 jogos oficiais e como peça importante no xadrez de Bruno Lage, enquanto Jota tem despontado na Premier League ao serviço do Wolverhampton, com seis golos em 27 jogos ao serviço do emblema inglês.

Por fim temos o regresso do capitão à equipa das quinas. Cristiano Ronaldo regressa a uma convocatória de Fernando Santos pela primeira vez desde o Mundial’2018, depois de ter falhando todos os jogos para a Liga das Nações.

Os jogos de qualificação para o Euro’2020, diante da Ucrânia e Sérvia, estão agendados para os dias 22 e 25 de março, respetivamente, no Estádio da Luz.

 

Foto de Capa: Seleções de Portugal

Comentários