Cabeçalho modalidadesPortugal defrontou esta tarde o Brasil na última jornada da fase de grupos do 7º Campeonato Mundial de Sub-19 Masculinos. A seleção nacional já se encontrava qualificada para os oitavos de final da competição, o que explicará alguma displicência em algumas fases da partida.

O jogo foi marcado pela incerteza do marcador e, consequentemente, pela alternância na liderança da partida até aos instantes finais. O primeiro golo da partida foi marcado por Oleksandr Nekrushets, lateral-esquerdo do ABC, mas foram os brasileiros a colocarem-se em vantagem pela primeira vez (2-1). Como tem acontecido ultimamente, a resposta portuguesa não tardou e os jovens lusos deram a voltar ao marcador e chegaram a ter uma vantagem de três golos por volta dos 14 minutos de jogo (5-8), quando o central do SL Benfica, Francisco Pereira, marcou o seu quarto golo da partida.

Os brasileiros chegaram ao empate (10-10) quando faltava pouco mais de dez minutos para o final da primeira parte, através de um golo de Allefer Bellan, ponta direito do ACEU UNIVALI ITAJAI. Nos últimos dez minutos a seleção brasileira conseguiu um parcial de 4-2 e saiu para o intervalo a vencer 14-12.

Anúncio Publicitário
Fonte: Handballgeo2017
Hoje foi dada a oportunidade a jogadores com menos tempo de jogo, como por exemplo Valter Soares, pivot do SL Benfica
Fonte: Handballgeo2017

No início da segunda parte os lusos conseguiram novamente alcançar a liderança (14-15) e o jogo continuou com empates constantes, mas com algum pendor para o lado brasileiro. Quando faltam apenas 35 segundos para o final da partida Portugal empatava 26-26, não conseguindo impedir o golo brasileiro nem voltar a empatar, sendo o resultado final 27-26.

Esta derrota não deve abalar a confiança da equipa, já que foi apenas um jogo menos conseguido e com menos caráter do que aquele a que estamos habituados, devido, talvez ao facto, que o apuramento para os oitavos-de-final já estava confirmado.

Francisco Pereira e Diogo Silva, do SL Benfica e do ISMAI, respetivamente, foram os melhores marcadores da Seleção com cinco golos cada.

Portugal faz parte dos 16 finalistas da competição e vai defrontar a Tunísia (2ª classificada do grupo D) na quarta-feira pelas 11 horas.

 

Foto de Capa: Handballgeo2017