Anterior1 de 3Próximo

O ABC deslocou-se ao Dragão Caixa na terceira jornada da Fase Final do Andebol 1, em mais um jogo decisivo para a conquista do campeonato que parece “cair” cada vez mais para os lados de Alvalade.

Hugo Rocha teve uma oportunidade excelente para colocar o FC Porto em vantagem, mas falhou um livre de 7 metros logo no primeiro minuto do jogo. Sendo assim Morales aproveitou e colocou o Porto em vantagem logo no ataque seguinte. Ambas as equipas apresentaram defesas 6×0 e dificultaram os ataques contrários, resultando em pouco golos.

A desconcentração inicial das duas equipas também ajudou para esse facto. Era expectável um ABC mais tímido depois da derrota pesada frente ao Sporting, mas tal não aconteceu e os minutos iniciais da partida foram equilibrados. A certa altura a equipa da casa conseguiu construir uma vantagem de três golos, que iria passar para uma vantagem mínima nos minutos finais da primeira parte. Logo, o resultado no final da primeira parte era 12-11.

Este resultado dava condições à equipa forasteira manter a esperança na conquista de pontos neste jogo. No entanto, os azuis e brancos voltaram a construir uma vantagem de três golos no começo da primeira parte. Vantagem esta, que mantiveram até meados da segunda parte, altura em que o ABC empatou 19-19, graças a um parcial de 0-3 entre o 18-14 e o 18-17. A partir deste momento qualquer equipa podia vencer o jogo. No último lance da partida o ABC vencia 23-24, mas o Porto conseguiu empatar a partida a 24-24.

Com este resultado o FC Porto e o ABC mantêm o 3.º e 4.º posto, mas a sua diferença pontual para o Sporting aumenta para quatro e nove pontos, respetivamente.

O ABC uniu-se e demonstrou que é um outsider a ter em conta para destino do título
Fonte: Ricardo Rosado

Equipas Iniciais:

FC Porto: Laurentino, Victor Alvarez, António Areia, Daymaro Salina, Morales, Miguel Martins e Diogo Branquinho

ABC: Humberto Gomes, Hugo Rocha, Nuno Silva, Hugo Rosário, Dario Andrade, Belmiro Alves e Carlos Martins

Foto de Capa: Ricardo Rosado

Anterior1 de 3Próximo

Comentários