Anúncio Publicitário

Cabeçalho modalidades

Depois de ter perdido em casa (27-30) com os finalistas da segunda principal competição europeia, os vice-campeões nacionais dirigiram-se até à capital alemã para enfrentar um desafio complicadíssimo na tentativa de assegurar a passagem para a fase de grupos da EHF Cup.

Steffen Fath, da equipa da casa, abriu o marcador logo no começo da partida. Nos minutos iniciais, a equipa do FC Porto conseguiu equilibrar a partida e o empate prevaleceu até ao momento em que ambas as equipas se encontravam empatadas a 7 golos. Nessa altura, o Fuchse fez um parcial de 2-0, partindo para a frente da partida e nunca mais perdeu o controlo da mesma, colocando em prática toda a experiência e qualidade que está inerente a qualquer equipa que participa na melhor liga de Andebol do Mundo. Ao intervalo o resultado era 17-12.

Anúncio Publicitário
O Lendário Silvio Heinevetter continua a impressionar nas balizas alemãs Fonte: Fuchse Berlin
O Lendário Silvio Heinevetter continua a impressionar nas balizas alemãs
Fonte: Fuchse Berlin

No segundo tempo, os alemães estiveram ainda melhor e alargaram a sua vantagem, sem permitir que os azuis e brancos sequer se aproximassem no marcador. A grande qualidade da exibição do Fuchse Berlin impressionou os 6,009 espetadores, que apoiaram a sua equipa do inicio até ao fim, dando uma lição de como é o Andebol no seu estado natural, algo que todos os amantes deste desporto deviam ter a oportunidade de viver. O resultado final foi 33-25.

Anúncio Publicitário