Anterior1 de 3Próximo

A seleção portuguesa deslocou-se a Klaipeda para defrontar a Lituânia, a contar para a 2ª jornada do Grupo 6 de qualificação para o Campeonato da Europa 2020. Portugal venceu o primeiro jogo e deixou bons indicadores para o futuro. 

Este domingo, os portugueses voltaram a ganhar mais dois pontos na caminhada até ao Europeu 2020. A seleção não entrou bem no jogo e começou a perder, mas rapidamente mostrou quem tem mais qualidade. O treinador, Paulo Pereira, fez alinhar algumas caras novas, o que se refletiu na fraca finalização da equipa e em alguma desconcentração inicial. Aos 10 minutos, os portugueses tinham falhado cinco remates da linha dos seis metros. Uma exclusão aos seis minutos para a equipa da Lituânia virou o jogo e colocou a seleção pela primeira vez na frente no jogo (3-4). A partida ia ficando marcada pela falta de eficácia da seleção, que conseguia criar oportunidades e mostrava boa dinâmica ofensiva. 

É importante frisar que a Lituânia não pôde contar com uma das suas mais mortíferas armas, Jonas Truchanovicius, jogador do Montpellier, de França.

A entrada de Gilberto Duarte no jogo e o génio de Alfredo Quintana iam superiorizando Portugal num jogo em que a principal ameaça lituana era, claramente, Malasinskas. Ao intervalo o resultado era de 10-12.

Alfredo Quintana mostrou, como é habitual, que é um guarda redes de classe mundial
Fonte: FPA

Se na primeira parte pareceu que Portugal ia controlar o jogo, na segunda as coisas foram bem diferentes. O problema da finalização agravou-se e a Lituânia mostrou-se decidida em estragar a festa portuguesa. A vantagem de dois golos foi rapidamente anulada e os nórdicos até conseguiram estar a vencer por quatro golos (19-15). A 15 minutos do fim, Paulo Pereira colocou dois pivots em campo e mudou a defesa, instruindo os seus jogadores a defenderem homem a homem. Decisões certeiras do treinador português que conseguiu uma enorme reação da equipa.

Os últimos 10 minutos foram jogados a um ritmo alucinante com Portugal a correr atrás do resultado, passando para a frente apenas a 60 segundos do fim, e ainda com Alfredo Quintana a defender o último ataque da equipa lituana. Gilberto Duarte foi o melhor marcador da seleção com sete golos apontados.

Portugal soma agora quatro pontos e segue no 2º lugar do grupo 6. Apenas passam à fase final do Europeu os dois primeiros classificados e a seleção já venceu os dois principais concorrentes, Roménia e Lituânia, visto que a França tem o 1º lugar quase assegurado.

EQUIPAS INICIAIS:

Lituânia

Drabavicius, Dumcius, Malasinskas, Barbarskas, Stankevicius, Pleta, Rasimas

Portugal

Rui Silva, Cavalcanti, Alexis Borges, Belone, Diogo Branquinho, Pedro Portela, Alfredo Quintana

Anterior1 de 3Próximo

Comentários