Anterior1 de 3Próximo

Os dragões deslocaram-se à Hungria, para defrontar, este domingo, o vice-campeão europeu, Veszprém, em jogo relativo à quarta jornada da competição de clubes mais importante a nível europeu. O encontro terminou com um resultado desfavorável aos azuis e brancos, que perderam por uma diferença expressiva de 38-28.

Num jogo de alto nível, e com o Veszprém Arena praticamente lotado, foi o Futebol Clube do porto a entrar melhor na partida, com André Gomes a inaugurar o marcador. A equipa lusa, apesar das adversidades, foi mantendo a eficácia, e só ao minuto 12 o Veszprém conseguiu finalmente passar para a dianteira da partida (9-8).

Descontente com a ultrapassagem no marcador, o treinador portista colocou de imediato um desconto técnico na partida, mas sem efeito. Os azuis e brancos voltaram desconcentrados, com o recém-entrado Fábio Magalhães a perder o esférico em dois ataques consecutivos, o que permitiu à equipa húngara cavar um fosso de três golos no marcador quando entrávamos no primeiro quarto de hora do encontro (11-8). Daí até ao descanso, a diferença manteve-se intacta, e o FCP recolheu ao balneário a perder por 19-16.

Retornados ao terreno de jogo, os dragões voltaram a estar a um bom nível nos instantes iniciais, mas rapidamente perderam o gás. Depois de concluídos os primeiros cinco minutos do segundo tempo, os pupilos de Magnus Andersson caíram abruptamente na casa do vice-campeão europeu. As inúmeras defesas de Sterbik Capar, aliadas à falta de concentração dos portistas, acabaram por sair bem caro. Aos dez minutos a equipa da casa já vencia por seis golos de diferença, e aos 18’ passou para dez.

Mesmo utilizando todos os descontos técnicos, ainda antes de entrarmos nos últimos dez minutos, o treinador sueco não encontrou soluções para contrariar a poderosa equipa húngara. Assim, incapaz de encurtar distâncias e diante um cenário extramente complicado, Magnus Andersson aproveitou para lançar no terreno, Leonel Fernandes, Thomas Bauer e Yoan Balazquéz, concedendo-lhes alguns minutos nesta extraordinária competição que é a Liga dos Campeões.

O encontro terminou com uma vitória do Veszprém (38-28) e os portistas ocupam agora o quinto posto do Grupo B, lugar que permite ainda a qualificação para a próxima fase.

Equipas:

MVM Veszprém KC – Sterbik Capar, Vladimir Cupara, Dejan Manaskov (1), Omar Yahia (1), Ferreira Moraes (2), Kent Tonnesen (1), Dragan Gajic (5), Andreas Nilsson (8), Gasper Marguc (1), Lauge Schmidt (4), Manuel Strlek (2), Mirsad Terzic, Blaz Blagotinsek (3), Petar Nenadic (6), Mate Lekai (1) e Vuko Borozan (3)

FC Porto Sofarma – Alfredo Quintana, Thomas Bauer, Victor Iturriza (6), Yoan Balazquéz (3), Miguel Martins (2), Djibril M’Bengue (4), Ángel Hernández (2), Rui Silva, Daymaro Salina (2), Rúben Ribeiro, Leonel Fernandes, Alexis Borges (1), Diogo Branquinho (2), António Areia (3), André Gomes (3) e Fábio Magalhães

Anterior1 de 3Próximo

Comentários