Anterior1 de 3Próximo

A seleção das quinas entrou este domingo em campo, no Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos, para defrontar a Roménia, no sexto e último jogo da fase de qualificação do campeonato da Europa de andebol. A jogar em casa, e com uma extraordinária moldura humana – que contava com mais de 3.000 apoiantes – Portugal não conseguiu repetir o feito da primeira ronda desta fase de qualificação, e, não foi além de um empate a 28 golos.

Já qualificada, desde a passada quinta-feira, a turma de Paulo Pereira, não baixou de forma, e presenteou todos os portugueses que se deslocaram até Matosinhos. Com algumas surpresas no sete inicial – como a presença de Jorge silva na lateral direita e Gustavo Capdeville na baliza – a seleção portuguesa entrou por cima no encontro, com Diogo Branquinho a inaugurar o marcador.

Durante todo o primeiro tempo, os lusos procuraram alargar a vantagem e sentenciar o encontro, mas a crença dos visitantes em consagrar-se no melhor terceiro lugar, dos quatros grupos de qualificação (condição que garante acesso ao Euro), fez-se sentir impetuosamente, e, sempre que Portugal conquistava uma vantagem de dois e três golos, os lituanos não tardavam em recuperar.

Note-se, que ainda assim, Portugal foi para intervalo a ganhar por (16-13).

Já na segunda metade, tal como acontecera na primeira, a seleção nacional não foi capaz de se superiorizar aos bálticos, e, nem mesmo as sensacionais defesas do luso-cubano Alfredo Quintana, nos últimos dez minutos da partida, foram suficientes para os lusitanos saírem vitoriosos do encontro.

Portugal, termina assim, a fase de qualificação de forma brilhante, onde em seis jogos perdeu apenas um encontro, frente a uma das maiores potências do andebol mundial – a França.

Equipas:

Seleção portuguesa:

Alfredo Quintana Belone Moreira; Pedro Portela (3); Gilberto Duarte (3); Carlos Martins (1); Diogo Branquinho (3) ; Pedro Seabra (3); Tiago Rocha (3); Miguel Martins (2); Humberto Gomes; Jorge Silva; Sérgio Barros (2); Fábio Magalhães (3);Gustavo Capdeville; Daymaro Salina (2); Alexis Borges (3).

Seleção da Lituânia:

Antanavicius; Barbarskas (4); Buronko; Dumcius (9); Grosas (3); Gurskis; Lapiniauskas ;Morkunas; Pleta; Simenas; Stankevicius; Tarcijonas (1); Truchanovicius (4); Urbonas (6); Urbonas; Virbauskas (1).

Anterior1 de 3Próximo

Comentários