A Seleção Nacional jogou hoje a 1ª mão do Play-Off de acesso ao Mundial de 2019. Mais uma grande oportunidade para o regresso aos grandes palcos.

Portugal começou o desafio com Alfredo Quintana na baliza, Wilson Davyes, Diogo Branquinho, João Ferraz, Gilberto Duarte, Carlos Martins e Alexis Borges. Um sete inicial forte, com quatro dos titulares a jogarem nas principais ligas europeias.

Ambas as equipas começaram a partida com uma defesa 6×0 clássica. Apesar do jogo ter começado equilibrado, a Sérvia conseguiu ganhar uma vantagem de dois golos cedo na partida (4:2). Por vários momentos, os comandados de Paulo Pereira conseguiram colocar-se a apenas um golo de distância, mas com um parcial de 3:0 a equipa Sérvia, treinada pelo ex-treinador do Porto Obradovic, conseguiu ganhar uma vantagem de sete golos. Paulo Pereira tentou alterar o rumo do jogo e a seleção portuguesa ainda conseguiu diminuir a desvantagem por volta dos 20 minutos, indo para o intervalo a perder 14:10.

Durante a segunda parte, as dificuldades defensivas mantiveram-se, apesar da boa exibição do guardião do Porto. A organização ofensiva portuguesa deixou muito a desejar e os laterais não se encontram com o habitual poder de fogo que os caracteriza.

Anúncio Publicitário

A Seleção Nacional regressa a Portugal com um défice de sete golos que irá ser muito difícil de recuperar, principalmente porque as equipas de Obradovic costumam ser implacáveis quando no controlo das partidas.

Equipas Iniciais:

Portugal:

Quintana, Davyes, Diogo Branquinho, João Ferraz, Gilberto Duarte, Carlos Martins, Alexis Borges

Sérvia:

Cupara, Ilic,Vujic,Zelenovic,Marsenic, Pusica, Ilic