Cabeçalho modalidadesNo jogo referente à penúltima jornada da primeira fase do Andebol 1, nenhuma das equipas queria perder para não alargar a grande desvantagem pontual para o FC Porto, mantendo as esperanças para um possível milagre. Hugo Canela continua como treinador interino dos leões e começou a partida com a equipa mais forte e habitual. Já Mariano Ortega continuou a apostar em Alexandre Cavalcanti, como lateral esquerdo titular, tal como nos últimos dois jogos, onde o jovem português marcou seis golos em cada.

Inicialmente e durante a maioria da primeira parte, o Sporting CP aproveitou os erros defensivos da defesa benfiquista, principalmente na troca de posição do defensor do pivot e uma oscilação deficiente no lado direito da defesa. Após a correção desses erros, os visitantes demonstraram mais dificuldades a finalizar as suas jogadas. A equipa da casa demonstrou, como habitual (os dirigentes não conseguiram ainda resolver este crónico problema), dificuldades na primeira linha, procurando resolver as jogadas ofensivas nas pontas, principalmente na direita.

Ambas as equipas tiveram um grande apoio nas bancadas. O Sporting CP conseguiu ganhar uma vantagem de três golos, recuperando o SL Benfica quando faltavam cinco minutos para o final da primeira parte (12-12). No entanto, de nada valeu esta recuperação, já que nos dois ataques seguintes a equipa da casa cometeu falhas técnicas, fazendo com que os forasteiros voltassem à vantagem, vencendo ao intervalo por três golos (13-16).

Só um milagre trará o título para a Luz. Os objetivos do Benfica neste momento será a EHF Cup e a Taça de Portugal Fonte: SL Benfica
Só um milagre trará o título para a Luz. Os objetivos do Benfica neste momento será a EHF Cup e a Taça de Portugal
Fonte: SL Benfica

O SL Benfica voltou do intervalo motivado e teve boas oportunidades para empatar a partida, mas Cudic impediu que tal acontecesse, não conseguindo o Sporting CP também ampliar a vantagem. O empate chegou aos seis minutos da segunda parte, e no ataque seguinte a equipa da casa chega-se à frente. Hugo Figueira entrou muito bem na segunda parte, tanto que o Sporting CP só conseguiu marcar o primeiro golo aos 37 minutos. Os visitantes voltaram à vantagem alguns minutos depois, fazendo com que Mariano Ortega pedisse pausa técnica.

Pouco depois, mais uma mudança na frente do marcador, com o SL Benfica a chegar-se à frente. Tivemos uma segunda parte eletrizante, com um grande espetáculo por parte de alguns jogadores como Belone. O Benfica conseguiu manter a vantagem, acelerando o jogo nas alturas certas. No entanto, o Sporting colocou-se em vantagem, quando faltava três minutos para o jogo terminar, e Cudic impediu o golo do SL Benfica por duas vezes, sendo o resultado final 27-30.

Belone Moreira marcou oito golos e foi o melhor marcador. O Sporting CP mantém-se no segundo lugar, alargando a vantagem relativamente ao SL Benfica. No outro jogo do dia, o FC Porto conseguiu uma importantíssima vitória tangencial na Madeira (28-29).

Foto de capa: Sporting CP

Artigo revisto por: Francisca Carvalho

Comentários