Anterior1 de 3Próximo

Este sábado, Benfica e Porto, 2.º e 3.º classificados respetivamente, defrontaram-se no pavilhão da Luz. Entraram em campo em igualdade pontual (43 pontos) para disputar a 4ª jornada do campeonato nacional de andebol. O jogo terminou 34-27, resultado que permite ao Benfica continuar a perseguição ao campeão em título, Sporting, que recebeu e venceu o Avanca por 30-21.

O jogo começou com grande intensidade e equilíbrio. As equipas sabiam a importância da vitória e procuraram não correr riscos desnecessários. Alfredo Quintana entrou inspirado e fez três boas defesas nos primeiros 5 minutos (uma delas a um remate da marca de sete metros). O Benfica foi crescendo e alcançou a primeira vantagem por dois golos aos sete minutos (6-4). A equipa do Benfica apresentou boa dinâmica, a conseguirem chegar à baliza do Porto através de diferentes soluções. O Porto conseguiu melhorar e dar a volta ao resultado (8-9) mas aos 15 minutos o jogo estava empatado (9-9).

Destaco a quantidade de golos marcados até esta fase do encontro – as equipas apostavam mais nos ataques rápidos. Nem Porto nem Benfica queriam ficar para trás na luta pelo título. Grandes demonstrações dos guarda redes, Hugo Figueira e Alfredo Quintana, com boas defesas para ambos.

Aos 20 minutos, o Benfica vencia por 13-10 e dominava o jogo como conseguia, mas, em apenas dois minutos, o Porto conseguiu empatar (13-13) fruto da exclusão de Nuno Grilo. Ainda antes do intervalo Paulo Moreno, foi expulso num lance lamentável em que atingiu o atacante, Miguel Martins, com o braço – boa decisão do arbitro. As equipas foram para intervalo com o Benfica por cima (18-15).

Na segunda parte, entrou Miguel Espinha para o lugar de Hugo Figueira na baliza do Benfica. O Porto entrou mal na segunda parte e deixou o Benfica ter uma vantagem de quatro golos aos 5 minutos (21-17). Depois de uma primeira parte frenética, o jogo acalmou no início da segunda parte – maiores dificuldades para encontrar soluções de remate e maior número de falhas. Belone Moreira ia comandando a sua equipa com uma fantástica exibição. Aos 15 minutos o Benfica aproveitava várias desconcentrações do Porto e vencia por cinco golos (25-20). O Benfica conseguiu explorar muito bens os passes para o pivot – isto foi uma das chaves para a vitória dos encarnados.

Hugo Laurentino trocou com Alfredo Quintana, um dos melhores do Porto, por volta dos 17 minutos da segunda parte.

Fonte: SL Benfica

A cinco minutos do fim, o jogo parecia decidido para o Benfica, que vencia por cinco golos, 30-25, mas o Porto, com um parcial de 2-0, relançou o jogo. Nos últimos três minutos o Porto apostou numa defesa 3×3, o que acabou por sentenciar o jogo – o Benfica conseguiu aproveitar os espaços criados pela defensiva portista e, a um minuto do fim, o jogo estava decidido (33-27). Acabou com a vitória do Benfica por 34-27 e grande festa dos adeptos do clube da Luz.

Enorme exibição de Belone Moreira. O jogador de 27 anos marcou uma dezena de golos, e liderou a equipa do Benfica a lateral direito – passes de génio e remates fulminantes do canhoto.

Com este resultado, o Benfica continua na luta pelo título a quatro pontos do rival Sporting e à espera de um deslize. Já o Porto, que fica a sete pontos do primeiro lugar, vê o campeonato cada vez mais longe.

Equipas iniciais

SL Benfica:

Hugo Figueira, João Pais, Pedro Marques, Paulo Moreno, Alexandre Cavalcanti, Belone Moreira, Davide Carvalho.

FC Porto:

Alfredo Quintana, Miguel Martins, Rui Silva, Angel Zulueta, António Areia, Diogo Branquinho, Victor Alvarez.

Anterior1 de 3Próximo

Comentários