Anterior1 de 3Próximo

O Sporting CP teve hoje pela frente o HT Tatran Presov em jogo a contar para a segunda jornada da EHF Champions League (Liga dos Campeões de Andebol). Os leões, que na primeira jornada venceram o Eurofarm Rabotnik, faziam assim a sua estreia caseira nas competições europeias na presente temporada. O Presov era um adversário bem conhecido do Sporting.

As equipas defrontaram-se na época passada também nesta fase da competição. Na altura, uma vitória para cada lado, sendo que os eslovacos triunfaram no pavilhão João Rocha e o Sporting CP venceu na Eslováquia. Estavam assim reunidas as condições para um grande encontro entre dois dos principais candidatos a passar esta fase de grupos.

PRIMEIRA PARTE EQUILIBRADA FAZIA ANTEVÊR JOGO DÍFICIL

O jogo começou bastante equilibrado com as equipas a serem eficazes nos seus processos ofensivos. O Presov até começou por liderar, mas nunca por mais de dois golos. O Sporting CP estava com algumas dificuldades para travar o ataque eslovaco. Do que já vamos conhecendo de Thierry Anti, o treinador francês não haveria de estar satisfeito com a prestação defensiva da sua equipa. No entanto, e com o decorrer dos minutos, os leões foram-se adaptando e anulando as armas da equipa Eslovaca. Ao cabo de 11 minutos, e após um golo de belo efeito por Frankis Carol, o Sporting CP passava pela primeira vez para a frente do marcador.

Nos segundos quinze minutos da primeira parte, a equipa de Alvalade foi desperdiçando algumas oportunidades para alargar a vantagem e isso ia permitindo que o Presov se mantivesse dentro do jogo. Contudo, quando faltavam apenas dois minutos para o término do primeiro tempo, os leões conseguiram dilatar a vantagem para três golos. Ao intervalo, o resultado era de 17-14 favorável ao Sporting CP.

Uma primeira parte bastante equilibrada, mas em que na reta final o Sporting CP conseguiu uma vantagem de três golos
Fonte: EHF Champions League.

UM SEGUNDO TEMPO QUE É UMA AUTÊNTICA MASTERCLASS

Apesar da vantagem de três golos, foi uma primeira parte bastante equilibrada e em que os leões até estiveram grande parte do tempo em desvantagem. Talvez por isso, os comandados de Anti entraram tão fortes para os restantes 30 minutos. Estavam decorridos apenas cinco minutos e os leões sofreram apenas um golo e marcaram cinco, ou seja, a vantagem era agora de sete golos. A forte agressividade defensiva, que já é característica deste Sporting CP, aliada a uma tremenda eficácia no ataque explicava esta vantagem. Perante este cenário, Slavko Goluža, treinador do Tatran Presov, foi obrigado a parar o jogo.

A verdade é que este início dos leões pareceu ditar o destino do encontro. Os eslovacos nunca mais se conseguiram encontrar e o Sporting CP limitou-se a gerir a vantagem. Não me querendo repetir, a excelência do processo defensivo leonino vai, certamente, valer a esta equipa bastantes vitórias na temporada de 2019/2020. Contudo, e numa clara melhoria relativamente aos jogos anteriores, o processo ofensivo da equipa de Alvalade apresentou hoje bastantes melhorias. Uma maior clarividência e eficácia no momento da decisão traduziram-se num total de 32 golos com 63% de eficácia no ataque e 67% no remate.

O trabalho de Thierry Anti está à vista de todos e a sua equipa só soma vitórias nesta temporada
Fonte: EHF Champions League

Queria ainda destacar alguns elementos da equipa leonina: Luís Frade e Frankis Carol. Estes dois jogadores dão o seu contributo tanto no ataque como na defesa e contribuem decisivamente para o sucesso desta equipa. Nenhuma equipa deve depender totalmente de qualquer jogador, e não penso que seja o caso, mas Frade e Carol são peças fundamentais na estratégia de Thierry Anti.

O jogo haveria de terminar com uma vitória do Sporting CP por 32-24. Uma exibição, sobretudo na segunda parte, quase perfeita que valeu um importante triunfo frente ao Tatran Presov. A diferença de golos alcançada (8) pode vir a revelar-se decisiva quando for tempo de fazer contas.

Quando a exibição coletiva é deste nível, fica difícil destacar algum jogador individualmente, mas Aljosa Cudic, Luís Frade (4 golos) e Frankis Carol (5) merecem uma menção honrosa. Por outro lado, quem parece não estar num grande momento de forma é Tiago Rocha. Hoje, tal como noutros encontros, o internacional português voltou a não estar bem e parece estar claramente atrás de Luís Frade na hierarquia.

O Sporting CP volta a entrar em campo no dia 26 de setembro (quinta-feira) pelas 18:00 frente aos suecos do IK Sävehof em jogo a contar para a terceira jornada da EHF Champions League. O jogo terá transmissão na Sporting TV.

SETE INICIAL

Sporting CP – Aljosa Cudic (GR), Arnaud Bingo, Luís Frade, Valentin Ghionea, Edmilson Araújo, Carlos Ruesga e Frankis Carol

HT Tatran Presov – Mario Cvitković (GR), Martin Straňovský, Leon Vučko, Javier Muñoz, Oliver Rabek, Lukas Urban e Titouan Afanou

Anterior1 de 3Próximo

Comentários