Cabeçalho modalidades O Sporting CP conseguiu um lugar no grupo D da fase de grupos da maior competição de clubes a nível europeu, após derrotar o Apla HC Hard no prolongamento, cumprindo, assim, um dos objetivos da época.

Os “leões” começaram o jogo algo desconcentrados e nervosos, o que levou a que cometessem algumas falhas técnicas que permitiram que o Apla HC Hard conquistasse uma vantagem de três golos. A primeira linha dos austríacos esteve muito forte durante a primeira parte e o Sporting CP não conseguiu responder e foi a grande exibição (mais uma vez) do croata Matej Asanin que permitiu que o jogo fosse empatado para o intervalo.

Na segunda parte, foi a vez da equipa de Hugo Canela aproveitar as falhas técnicas do Apla HC Hard para se chegar à frente no marcador, fazendo um parcial de 5-0 em sete minutos, numa altura em que o reforço brasileiro, Filipe Borges, esteve em grande nível. Apesar de apresentar queixas no joelho direito, Asanin continuou a apresentar-se em grande plano, impedindo que os austríacos ganhassem vantagem devido às suas dores. Janko Bozovic teve hipóteses de impedir que o jogo seguisse para o prolongamento, mas falhou o remate no instante final.

A experiência de jogadores como Tiago Rocha e o ambiente que se vive na equipa levaram a equipa mais além em alturas de maior dificuldade Fonte: Sporting CP
A experiência de jogadores como Tiago Rocha e o ambiente que se vive na equipa levaram a equipa mais além em alturas de maior dificuldade
Fonte: Sporting CP

No prolongamento, o Apla HC Hard já não se encontrava nas melhores condições físicas, o que deu alguma vantagem ao Sporting. No entanto, o treinador Petr Hrachovec fez algumas mudanças táticas, que permitiram que a sua equipa continuasse na luta pelo jogo – mudou o sistema defensivo para uma marcação 1×1, em detrimento de uma marcação à zona, jogou sem guarda-redes em alguns momentos, apesar da grande quantidade de golos dos leões. O marcador do golo decisivo foi Frankis Carol, mas Matej Asanin ainda impediu que os Austríacos chegassem ao empate com (mais) uma defesa decisiva.

O Sporting CP irá juntar-se ao HC Metalurg, Montpellier, Chekhovskie Medvedi, Motor Zaporozhye e Besiktas.

Anúncio Publicitário

A grande exibição de Matej Asanin, o plantel mais forte e capaz que os adversários, a paixão e a boa visão do jogo de Hugo Canela e a vontade de vencer por parte de toda a equipa foram fatores decisivos para a equipa leonina voltar à elite do Andebol 16 anos depois.

Foto de Capa: Sporting CP

Artigo revisto por: Francisca Carvalho