Realizaram-se hoje os Campeonatos Nacionais de Corta-Mato Longo em Monforte, com a vitória completa do Sporting, tanto no feminino quanto no masculino!

No Feminino, o Sporting já era o claro favorito para revalidar o título, sendo que tinha 5 das 10 primeiras atletas dos campeonatos transactos. Sara Catarina Ribeiro, em 29:46, venceu pela primeira vez o campeonato nacional de crosse, num percurso marcado por muita lama e duras condições para as atletas.

Fonte: Federação Portuguesa de Atletismo

O pódio, todo ele foi verde e branco, com o segundo lugar a pertencer a Sara Moreira, correndo os 8km em 29.52, bem próximo da primeira classificada. Mais uma vez, Sara volta a ficar tão próximo do primeiro lugar do pódio…o dia chegará! Mais atrás, a completar o pódio, Inês Monteiro, em 30 minutos e 40 segundos. No entanto, não foi uma vitória fácil e sem drama: Jessica Augusto (que era a campeã em título) apresentou problemas físicos – pareceu uma entorse – e foi obrigada a abandonar a prova mais cedo quando a liderava, sendo que a atleta do Sporting que fechou a equipa, Sandra Teixeira terminou fora do top-10, tornando este triunfo leonino bem mais apertado do que o previsto!

Sara Catarina Ribeiro
Fonte: Federação Portuguesa de Atletismo

Já no masculino, foi o oposto! Esperavam-se maiores dificuldades colectivamente para o conjunto leonino e tal não se confirmou. Começando pela vitória inédita no individual para o experiente Rui Teixeira, que já na temporada passada havia terminado no pódio e que agora, aos 35 anos, conseguiu mesmo tornar-se o novo campeão nacional, correndo o percurso de 10km em 32.16 minutos.

Rui Teixeira
Fonte: Federação Portuguesa de Atletismo

Rui Pinto (Benfica), o campeão da época passada, parecia ter começado bem lançado para revalidar o título, mas terá pago o forte arranque num complicado peso, quedando-se pela segunda posição do pódio, em 32.38. A fechar o pódio, Samuel Barata (também do Benfica), próximo de Rui Pinto em 32.48.

Anúncio Publicitário

De resto foi um festival do Sporting, que colocou 6 outros atletas (!) no top-10, num total de 7, não tendo quaisquer problemas para revalidar um título que se previa mais complicado.

Fonte: Federação Portuguesa de Atletismo

Recorde-se que o Sporting, ao vencer a Taça dos Campeões Europeus deste ano, já tinha garantido a participação na prova, no feminino e masculino, para o próximo ano. Desta forma, o RD Águeda no feminino e o SL Benfica no masculino irão também marcar presença na próxima edição da competição europeia de clubes, por terem ficado em segundo nos Nacionais.

Foto de Capa: Sporting CP