Anterior1 de 2Próximo

Mais uma vez o Bola na Rede (em colaboração com o Planeta do Atletismo) marcou presença num meeting internacional da Diamond League. Desta feita em Birmingham, naquele que será o último em alguns anos (pelo menos), uma vez que o Alexander Stadium irá sofrer remodelações para estar como novo para os Jogos da Commonwealth de 2022.

Os grandes destaques da tarde foram (quase) todos nas provas femininas (Klosterhalfen, Nafi Thiam, Danielle Williams, Shaunae Miller-Uibo…), mas já lá vamos. O dia começou com os mais novos, das escolas da região, a competir, como é habitual nos meetings da Liga Diamante na Grã-Bretanha.

Antes ainda da transmissão televisiva se iniciar, começou a ação com as eliminatórias de 100 barreiras, disciplina que era um dos destaques da tarde. Aí começaram as primeiras surpresas. A primeira com a norte-americana Kendra Harrison, recordista mundial e que busca em 2019 o seu primeiro grande título global ao ar livre (depois de sucessivas desilusões).

O Bola na Rede esteve presente, mais uma vez, num meeting da Diamond League. Desta vez, em Birmingham
Fonte: Bola na Rede

Harrison derrubou quase tudo o que lhe apareceu à frente no início da prova, perdeu claramente o momentum e nunca se encontrou. Terminou a sua série em 4º, aguardou repescagem e finalmente conseguiu estar entre os melhores tempos. Nia Ali (a Prata olímpica) foi a mais rápida na 1ª série e na 2ª a honra pertenceu a Danielle Williams, a líder mundial, bastante dominadora que foi a mais rápida no global (12.53, +2.1) nas duas séries.

O atletismo continuava ainda sem o público televisivo pelo mundo ter acesso ao mesmo. Decorreu uma prova de 110 barreiras (sem contar para a Diamond League), que trouxe o regresso à boa forma e vitórias do campeão olímpico e mundial, Omar Mcleod em 13.21 (-0.2). O jamaicano bateu o jovem campeão norte-americano Daniel Roberts (foi apenas 4º), que pelos tempos que trazia (13.00 este ano) até poderia ser encarado como o favorito.

Depois as eliminatórias dos 100 metros, que mostraram que o tempo que se fazia sentir em Birmingham não ajudava muito a grandes marcas. Tempos bastante modestos para a qualidade dos atletas em pista, tendo os favoritos se apurado para a final.

Ocorriam também já os Lançamentos e no Disco, a cubana Yaimé Perez levava a vitória (64.87 metros chegaram…). Numa prova em que a croata Sandra Perkovic (3ª em 63.80) voltou a mostrar estar longe da sua melhor forma. Mais tarde, no Dardo masculino, os germânicos também mostraram não serem (para já) os mesmos e nenhum ficou entre os 3 primeiros! A vitória foi para Chao-Tsun Cheng, de Taipé, com um grande lançamento a 87.75 metros.

Serão os alemães batidos em Doha?
Fonte: IAAF

Os 400 metros masculinos, sem as maiores estrelas, foram vencidos pelo jamaicano Akeem Bloomfield (45.04) e a mesma distância com barreiras (também sem os nomes maiores) foi vencida por Yasmani Copello, da Túrquia com 49.08, que nem precisou de dar o seu melhor de si na prova de hoje.

Na Milha feminina, o primeiro grande resultado da tarde com Konstanze Klosterhalfen a provar que não é só nas distâncias mais longas que tem tido uma enorme evolução neste ano, correndo em 4:21.11, um novo recorde nacional alemão e novo recorde do meeting.

A jovem alemã, Konstanze Klosterhalfen, parece pronta para lutar com os melhores…em várias distâncias!
Fonte: IAAF
Anterior1 de 2Próximo

Comentários