Anúncio Publicitário

O mundo observa com atenção o nascimento e crescimento precoce de uma nova estrela na velocidade mundial de seu nome Noah Lyles. O norte-americano apresenta, com 20 anos, marcas que mesmo nomes como Usain Bolt não alcançaram com essa idade e promete que não irá ficar por aqui. Para já, resta-nos apreciar o espectáculo que Noah Lyles dá em pista, mas também fora dela onde já dançou ou até simulou cenas de filmes de Hollywood!

Noah Lyles é um daqueles casos de atletas que já se observam com atenção anos antes de atingirem o estrelato. Com 17 anos já corria em 10.14 (+2.0) nos 100 metros e em 20.18 (+1.8) nos 200 metros e em 2016, em Bydgoszcz, sagrou-se campeão mundial júnior dos 100 metros em 10.17 (-0.2).

Anúncio Publicitário

Desde aí, Lyles deu pouca, quase nenhuma, atenção aos 100 metros, focando-se praticamente em exclusivo nos 200 metros. Pelo menos, esse foi o caso até 2018. Este ano, Lyles tem optado por um misto das duas distâncias e está, para já, a ser imensamente bem-sucedido em ambas.

Nos 200 metros, Lyles já teve um 2017 de luxo, baixando pela primeira vez dos 20 segundos em Xangai e vencendo mesmo o troféu da Liga Diamante na final de Bruxelas.

O dia em que Noah Lyles venceu o troféu de Diamante em Bruxelas
Fonte: IAAF

Infelizmente, uma lesão nos isquiotibiais impediu-o de marcar presença poucas semanas antes nos Mundiais de Londres, onde poderá ter perdido uma excelente oportunidade de conseguir o seu primeiro grande título em eventos globais, numa prova que viria a ser vencida por Ramil Guliyev em 20.09 (-0.1). Em 2018, começou a época em grande rotação, com duas vitórias em meetings da Diamond League, em Doha com 19.83 (+1.3) e em Eugene, onde alcançou uma extraordinária marca e um novo recorde pessoal de 19.69 (+2.0).

Anúncio Publicitário