ÚLTIMA HORA:

SL Benfica 94-57 CSM Oradea: SL Benfica eficaz conquista primeira vitória em casa

A CRÓNICA: LIDERANÇA TOTAL DOS ENCARNADOS

O SL Benfica defrontou o CSM Oradea num jogo que conta para a 4ª Jornada da 2ª fase da fase de grupos da FIBA Europe Cup. A jogar em casa, os encarnados tentavam alcançar uma vitória de forma a procurar abandonar o último lugar da fase de grupos. E ao contrário do último jogo frente à equipa de Oradea, o SL Benfica liderou o jogo com uma grande diferença de pontos

O jogo começou com um equilíbrio caracterizado pela desinspiração de ambos os lados. O Oradea esteve a vencer durante quase todo o primeiro quarto com o poste Gavrilovic a ser o jogador que mais contribui para a liderança romena fruto da aposta no jogo interior. A equipa lisboeta percebia desde início que não ia ter uma tarefa fácil mas mostrou que não iam aceitar a quarta derrota consecutiva nesta competição apostando maioritariamente no jogo interior.

Depois do empate a 17, no segundo quarto entrou um Benfica totalmente diferente do que aquele que se tinha apresentado no primeiro quarto. Os encarnados mostraram mais agressividade quer no ataque quer na defesa e adiantaram-se no marcador de forma clara começando a provocar um aumento no resultado cada vez maior. O Benfica demonstrava batalhar em todos os ressaltos, procurando ampliar a vantagem também nas segundas oportunidades. O benfica entrava para o quarto anterior ao tempo de intervalo mais inteligente e a apostar eficazmente no jogo de três pontos enquanto que o Oradea não conseguia encontrar qualquer solução para diminuir a diferença de resultado.

A equipa lisboeta chegava mesmo ao intervalo a vencer por uns incríveis 50-28, depois de um triplo do meio campo do base Gaines no tempo da buzina que deixou os adeptos e os jogadores maravilhados.

Depois de uma desastrosa primeira parte do Oradea, a equipa romena entrou na segunda parte diferente da primeira e mostrou ter ambição de dar a volta ao resultado e lutar para sair da capital com mais uma vitória procurando carimbar o primeiro lugar da fase de grupos. Mas os encarnados não baixavam a guarda e agarraram-se com unhas e dentes ao resultado e deram tudo para manter a vitória em Portugal. Tal como no segundo quarto, o Benfica manteve o bom jogo exterior de forma a procurar aumentar a cada vez mais a diferença de pontos.

No último quarto, a equipa romena mostrava persistir mas a equipa lisboeta demonstrava consistência e eficácia e dessa forma, não permitia de nenhuma forma a aproximação do Oradea. Gaines mostrava-se imparável e guiou o SL Benfica à primeira vitória desta 2ª fase.

As estatísticas justificavam o resultado de um jogo maioritariamente dominado pelo Benfica, onde a equipa da casa teve uma média de uns incríveis 48% no jogo de três pontos, apontando vinte de quarente e dois lançamentos exteriores e contou também com 44 ressaltos e 25 assistências, Já a equipa romena contou com 30 ressaltos e 12 assistências. Este mau resultado é demonstrado também pelas 12 perdas de bola por parte do Oradea.

 

 

 

A FIGURA

Frank Gaines – Fundamental para a vitória dos encarnados, Frank Gaines desde início demonstrou a sua consistência e inteligência em campo, que contribuíram para a vitória frente aos romenos. Apontou 26 pontos e mostrou ser uma mais valia no jogo exterior.

 

O FORA DE JOGO

Fonte: FIBA Europe Cup

Jeffrey Holt – O base norte-americano, apesar de fundamental para os bons resultados do Oradea, não se mostrou nada inspirado no jogo de hoje frente ao Benfica apontando apenas 9 pontos durante o defronto. Para além disso não se deu a mostrar muito no jogo.

 

 

ANÁLISE TÁTICA – SL BENFICA

O técnico Norberto Alves entrou em campo com a alteração do base e do poste relativamente ao jogo na Roménia frente ao Oradea. Apostou em Gaines e Broussard para  base, com Hallman e Betinho a extremos e com o poste Farr.

 

CINCO INICIAL E PONTUAÇÕES

Gaines (8)

Broussard (6)

Betinho (6)

Romhdhane (7)

Farr (7)

 

SUBS UTILIZADAS

José Barbosa (6)

Munnings (7)

José Silva (6)

Hallman (7)

Francisco (5)

 

 

ANÁLISE TÁTICA – CSM ORADEA

O romeno Cristian Achim avançava para o defronto com a aposta no cinco que tinha apostado no mesmo jogo em território romeno com Holt e Bickausis a base. Para a posição de extremo apostava novamente em Richard e Green e Gravirlovic para poste.

Ao longo do jogo eram visíveis alterações de forma a dar outra dinâmica ao jogo e a volta ao resultado mas sem sucesso.

 

CINCO INICIAL E PONTUAÇÕES

Holt  (5)

Bickauskis (6)

Richard (6)

Green (6)

Gravrilovic (7)

SUBS UTILIZADAS

Fornetescu (6)

Paliukens (6)

Marinau (6)

 

Rescaldo de opinião redigido por Leonardo Pereira

Foto de capa: SL Benfica

Componente 5 – 1 (1)

O Bola na Rede é um site de opinião desportiva, cuja plataforma de distribuição de conteúdo é o online. Foi fundado a 28 de outubro de 2010.

O Bola na Rede é um site de opinião desportiva, cuja plataforma de distribuição de conteúdo é o online. Foi fundado a 28 de outubro de 2010.

FC PORTO vs CD TONDELA

  • 00DIAS
  • 00HORAS
  • 00MINUTOS
  • 00SEGUNDOS
FC PORTO x ESTORIL PRAIA
SPORTING CP x SANTA CLARA
PAÇOS FERREIRA x SL BENFICA