logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Sporting CP 70-73 Bahcesehir College: Vitória turca dita vida mais difícil aos leões

A CRÓNICA: CONSISTÊNCIA E UNIÃO COLETIVA FORAM AS PALAVRAS CHAVE PARA A VITÓRIA TURCA

Depois de estar apurado para os Quartos de Final da FIBA Europe Cup, o Sporting CP recebeu os turcos do Bahcesehir College no Pavilhão João Rocha. O Sporting CP ansiava uma vitória para se adiantar na eliminatória mas encontrava um Bahcesehir cuja consistência e união coletiva provaram ser uma mais valia.

Desde cedo o Bahcesehir esteve por cima do jogo e a dificultar muito os desenhos ofensivos leoninos. Tiravam partido de ter uma grande união coletiva e construíam grandes jogadas conseguindo encontrar jogadores sem marcação e de um grande jogo defensivo. Do outro lado, o Sporting tinha dificuldades em encontrar soluções de penetração da defesa turca e de marcar pontos.

No segundo quarto, o Sporting entrava em campo com outro empenho e isso era notável no resultado. A estrela Travante Williams era a peça chave para a luta pela vitória e Touyo entrava em campo em grande e foi muito importante para dar outro rumo ao jogo. Mas mesmo a jogar de outra forma, os leões não tinham vida fácil frente ao Bahcesehir que se mantinha forte e concentrado. Sam Dekker destacava-se para o lado turco com um grande jogo, contribuindo com dezoito pontos, sete ressaltos e com uma grande capacidade de penetração.

Depois de muitas tentativas da linha de três pontos, os turcos optavam mais pela penetração da linha defensiva verde e branca e isso deu resultado fazendo com que o Bahcesehir chegasse ao intervalo a vencer por 34-37.

Na segunda parte, a equipa leonina tinha uma mentalidade defensiva forte e  não permitia um avanço fácil na vantagem dos turcos. Mas do outro lado ofensivo, o Sporting não tinha vida fácil. Tarik Black tirava partido do seu físico e contribuía tanto do lado defensivo como ofensivo.

Mantendo a consistência desde o início do encontro, o Bahsecehir aumentava a vantagem e complicava a eliminatória ao Sporting mas os leões conseguiram agitar os nervos turcos aproximando-se do resultado (70-73) muito perto do fim. No último lance, Travante Williams teve nas mãos a oportunidade de levar o encontro a prolongamento mas falhou o lançamento decisivo.

A FIGURA

Sam Dekker – O extremo norte-americano que já atuou na NBA foi quem mais se destacou na equipa turca e quem mais contribuiu para a vitória. Ao longo do jogo provou ser muito ativo, procurando estar livre de marcação, teve um trabalho defensivo muito importante e marcou dezoito pontos e teve seis ressaltos.

O FORA DE JOGO

João Fernandes – Teve uma exibição muito discreta e até parecia que nem estava em campo. Durante os vinte minuto  que esteve dentro das quatro linhas, não marcou qualquer ponto, não fez assistências e obteve três ressaltos, todos ofensivas. Não se mostrou muito ativo do lado ofensivo nem defensivo.

ANÁLISE TÁTICA SPORTING CP

Luís Magalhães apostou num cinco inicial não muito diferente do que se tem visto. Apostou novamente em Diogo Ventura para assumir os desenhos ofensivos leoninos, na estrela Travante Williams que sem qualquer admiração fez um jogo de outro mundo e no extremo Micah Downs. João Fernandes saltou para a titularidade e para a posição de poste o técnico leonino escolheu Joshua Patton.

CINCO INICIAL E PONTUAÇÕES

Diogo Ventura (6)

Travante Williams (8)

João Fernandes (4)

Micah Downs (6)

Joshue Patton (7)

SUBS UTILIZADOS E PONTUAÇÕES

Diogo Araújo (6)

Tanner Omlid (6)

Justin Tuoyo (7)

Shakir Smith (7)

António Monteiro (-)

Miguel Cardoso (-)

ANÁLISE TÁTICA BAHCESEHIR COLLEGE

Também o técnico da equipa turca apostou num cinco não muito diferente do cinco inicial dos últimos jogos. Erhan Ernak escolheu Kartal Ozmizrak e Jamar Smith para assumir o jogo do Bahcesehir, para as posições de extremo, Erkan Ylmaz e o MVP da noite Sam Dekker. Estes dois revelaram-se muito importantes para a vitória turca. Muito ativos e importantes no jogo defensivo. Richard Solomon ocupava a posição de poste.

CINCO INICIAL E PONTUAÇÕES

Kartal Ozmizrak (7)

Jamar Smith (7)

Sam Dekker (8)

Richard Solomon (6)

Erkan Yilmaz (7)

SUBS UTILIZADOS E PONTUAÇÕES

Tarik Black (7)

Jamal Jones (6)

Oguz Savas (7)

Berkay Candan (6)

Emir Golkap (-)

Foto de Capa: FIBA Europe Cup

Artigo redigido por Leonardo Pereira

O Leonardo é um jovem vimaranense que estuda Comunicação e Jornalismo, e que ambiciona ser jornalista, preferencialmente de desporto. Ele não consegue negar, gosta disto e é isto que quer fazer.

O Leonardo é um jovem vimaranense que estuda Comunicação e Jornalismo, e que ambiciona ser jornalista, preferencialmente de desporto. Ele não consegue negar, gosta disto e é isto que quer fazer.

FC PORTO vs CD TONDELA