logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

Antevisão da época 2019/20: Pacific Division

Para muitos adeptos é aqui que estará o próximo campeão da NBA. E não é o suspeito do costume, que perdeu Kevin Durant e tem Klay Thompson parado durante todo o ano. Os Clippers e os Lakers reforçaram-se com grande qualidade e partem como dois dos grandes favoritos para a temporada. Por outro lado, os Kings continuam a procura pelo regresso aos playoffs e os Suns continuam o seu longo processo de remodelação.

GOLDEN STATE WARRIORS

Fonte logos e faces: NBA

Classificação provável: 6º lugar

Classificação 2018/19: 1º lugar (eliminação nas Finais da NBA)

Objetivo da temporada: Perceber qual o limite mais próximo deste plantel

Aquisição sonante: D’Angelo Russell

Estrela: Stephen Curry

Qual o caminho para os novos Warriors? Saiu aquele que é talvez o mais decisivo jogador na NBA, neste momento, e Klay Thompson vai passar demasiado tempo de fora. Os Warriors conseguiram garantir uma das revelações do ano passado em D’Angelo Russell, mas continuam a ser uma equipa demasiado abaixo daquilo que nos habituaram. Principalmente no ataque, onde só os dois bases parecem ter capacidade para resolver. Não acho que se deva “chutar para canto” desde já esta equipa que se muda para San Francisco, mas também convém perceber que estão muito longe do nível necessário para serem campeões.

Tem 22 anos, é natural de Paços de Ferreira e adepto do SL Benfica. Desde muito pequeno que é adepto de futebol, desporto que praticou até aos 13 anos, altura em que percebeu que não tinha jeito para a coisa. Decidiu então experimentar o basquetebol e acabou por ser amor à primeira vista. Jogou até ao verão passado na Juventude Pacense e tem o Curso de Grau I de treinador de basquetebol desde os 19. O gosto pela NBA surgiu logo quando começou a jogar basquetebol e tem vindo a crescer desde então, com foco especial nos Miami Heat.                                                                                                                                                 O António escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Tem 22 anos, é natural de Paços de Ferreira e adepto do SL Benfica. Desde muito pequeno que é adepto de futebol, desporto que praticou até aos 13 anos, altura em que percebeu que não tinha jeito para a coisa. Decidiu então experimentar o basquetebol e acabou por ser amor à primeira vista. Jogou até ao verão passado na Juventude Pacense e tem o Curso de Grau I de treinador de basquetebol desde os 19. O gosto pela NBA surgiu logo quando começou a jogar basquetebol e tem vindo a crescer desde então, com foco especial nos Miami Heat.                                                                                                                                                 O António escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

FC PORTO vs CD TONDELA