SITE TEMPORÁRIO

21 de Janeiro, 2022

NBA Draft: Há vida para além de Zion

Os Vencedores

New Orleans Pelicans – Não acho que Zion sozinho bastasse para serem os vencedores da noite. Mas, o que fizeram com a escolha vinda dos Lakers na troca de Anthony Davis foi excelente. Hayes e Alexander-Walker são boas escolhas e vêm complementar bem a equipa a juntar a Jrue e aos reforços vindos de LA. Na segunda ronda, ainda foram buscar o brasileiro Didi Louzada, uma boa opção para dar profundidade ao plantel. Com a sorte da ganhar a lotaria e a troca de AD, os Pelicans conseguiram em apenas um ano dar a volta à equipa e são candidatos para o futuro.

Atlanta Hawks – DeAndre Hunter era o homem desejado em Atlanta e os Hawks fizeram o que podiam para subir no quadro e o ir buscar, mantendo ainda uma outra escolha para ir buscar Cam Reddish, alguém extremamente prometedor apesar de ofuscado por Zion e RJ em Duke. E na segunda ronda ainda foram buscar Bruno Fernando, que chegou a certa altura a ser até apontado como uma possível escolha nos lugares da lotaria. Noite muito positiva e grande esperança para o futuro da equipa de Trae Young.

Os Derrotados 

Phoenix Suns – Esta opinião pode ser mais polémica, porque não se pode dizer que tenha sido uma péssima noite. Saric é uma excelente contratação, Ty Jerome vai colmatar a necessidade de um Point Guard e Cam Johnson também tem um potencial interessante. Mas, pessoalmente, não concordo com a estratégia. A grande necessidade era um PG e deviam ter ficado quietos na posição seis e levado para casa o segundo ou terceiro melhor disponível neste draft (atrás de Ja Morant, é discutível se o melhor é Garland ou White), juntando Coby White a Ayton e Bridges (e Okobo) no seu jovem grupo para o futuro.

Sacramento Kings – A gestão da equipa é por vezes questionável e, também por isso, entravam neste draft sem qualquer escolha na primeira ronda, mas três na segunda. Em vez de selecionarem três opções para dar profundidade a um plantel com alguns valores emergentes, foram para três atletas de características muito semelhantes, na esperança de que pelo menos um vingue. Diria que não é a melhor estratégia.

Foto de Capa: NBA