Anúncio Publicitário

Cabeçalho modalidadesCom o fim da temporada regular da NBA, chega também a altura de olhar para trás e perceber quem mais brilhou individualmente, desde o fim de outubro até abril. Os redatores Bola na Rede apresentam os seus candidatos e, embora haja um certo consenso no Top 3 de cada um, os vencedores de cada prémio individual divergem um pouco:

6th Man of the Year

António Pedro Dias:
Eric Gordon
Andre Iguodala
Lou Williams

Anúncio Publicitário

Como construir um ataque demolidor:
1. Usar Harden como organizador;
2. Encontrar atiradores capazes e colocá-los à volta de Harden;
3. Profit
Eric Gordon sempre foi um atirador excelente, várias vezes mal aproveitado. Mas a tática do “run and gun” de Mike D’Antoni provou ser a ideal para Gordon, que acrescentou 16.2 pontos por jogo aos Rockets, vindo do banco.

Joana Libertador:
Eric Gordon
Andre Igoudala
Zach Randolph

Do grupo daqueles que “saltam do banco”, Eric Gordon é, para mim, o melhor de todos. Os Houston Rockets beneficiaram muito das entradas de Gordon que, inclusive, conta com uma média de 16.2 pontos, 2.6 ressaltos e 2.7 assistências por jogo (como “sexto homem”).

Eric Gordon reúne consenso: Deveria ganhar o prémio de 6th Player of the Year Fonte: Houston Rockets
Eric Gordon reúne consenso: Deveria ganhar o prémio de 6th Man of the Year
Fonte: Houston Rockets

João Dinis:
Eric Gordon
Lou Williams
Andre Iguodala

É James Harden que puxa os Rockets para o terceiro melhor recorde da Liga, mas é Eric Gordon que lhes dá hipótese de competir com equipas de topo. Contribui com 16.2 pontos por jogo saído do banco.

Nuno Raimundo:
Eric Gordon
Andre Iguodala
Lou Williams

Apesar do último terço da época não ter sido tão forte quanto os outros (também muito por “culpa” da chegada de Williams, outro excelente 6th man), a verdade é que o que fez no resto da temporada deveria chegar para lhe assegurar este prémio. A sua importância era muita quando Harden ou Beverley não estavam em campo, sendo que o seu alcance da linha de 3 pontos revelou-se fundamental em muitos jogos e, vindo do banco, tanto agitava com a partida como conseguia segurar o resultado quando os melhores não estavam em campo.

Anúncio Publicitário