Anterior1 de 2

Nesta época não tem havido muitos motivos de orgulho para os benfiquistas. No entanto, no último fim-de-semana, escreveu-se mais uma página na história do SL Benfica. A equipa de basquetebol feminino da história do Sport Lisboa e Benfica conquistou nos Açores o primeiro campeonato da sua história, ao derrotar o União Sportiva numa final emocionante, que se resolveria apenas na “negra”.

O SL Benfica refundou o basquetebol feminino na última década, alcançando duas subidas de divisão em dois anos. Após o regresso ao escalão maior do basquetebol nacional, o SL Benfica andou várias épocas mergulhado no meio da tabela, tendo finalmente nesta época construído uma equipa capaz de lutar por títulos, numa época que culminou com a conquista de uma inédita dobradinha.

Para esta temporada, a equipa procedeu a uma alteração no comando técnico da equipa, com Isabel Ribeiro dos Santos a ser substituída por Eugénio Rodrigues. O treinador de 51 anos, chegou do Olivais FC, clube ao serviço do qual conquistou todos os troféus oficiais a nível nacional.

Os reforços do plantel seriam a base Carolina Gonçalves que chegaria do Algés; a jovem Ana Barreto vinda da Quinta dos Lombos; a extremo internacional portuguesa Laura Ferreira, que regressou a Portugal depois de ter jogado nos EUA e em Espanha; e as norte-americanas Japonica James e Altia Anderson, ambas oriundas do college.

Anúncio Publicitário

Começada a época, a equipa não demorou muito tempo a mostrar que era das equipas mais fortes do campeonato e que a conquista de títulos era um objectivo real. O primeiro ponto alto da temporada, chegaria no dia 14 de Março de 2021, onde a equipa de basquetebol feminino do SL Benfica conquistou a primeira Taça de Portugal da sua história.

Depois de ter eliminado o CR Esgueira e o Guifões nas primeiras eliminatórias, o SL Benfica organizaria a Final Four no seu pavilhão, derrotando o União Sportiva nas semi-finais, num jogo frenético que terminaria apenas prolongamento com uma vitória por 86-77. Na final, o SL Benfica derrotaria o Vitória SC de uma forma expressiva por 85-63, conquistando o primeiro troféu da temporada.

O SL Benfica terminaria a Fase Regular da Liga Skoiy no segundo lugar em igualdade com o União Sportiva (18 vitórias e 4 derrotas, mas com desvantagem no confronto directo), tendo de defrontar o AD Vagos nos quartos-de-final do play-off. O SL Benfica derrotaria o clube do distrito de Aveiro com duas vitórias sem resposta por 50-72 em Vagos e por 93-78 na Luz.

Seguindo-se a Quinta dos Lombos nas meias-finais, o SL Benfica conseguiria uma vitória surpreendentemente tranquila em Carcavelos por 43-63. Porém, no segundo jogo, a equipa sofreu um duro revés com a grave lesão da poste Altia Anderson (que falharia o resto da época), acabando por ser derrotada por 64-69. A equipa encarnada acabaria por levar a melhor na “negra” com uma vitória por 75-73.

A norte-americana Japonica James foi a MVP da final
Fonte: FPB
Anterior1 de 2

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome