Não, este não é um artigo atrasado a avaliar o título da UD Oliveirense, mas sim algumas considerações sobre o mesmo e a temporada do Basquetebol português. Se no início da temporada alguém apostasse que a Oliveirense ia ser o campeão de Basquetebol Masculino poucos acreditariam que este alguém ganharia, mas a verdade é que a equipa de Oliveira de Azemeis é campeã, e permitam-me, com toda a justiça.

Numa final contra o FC Porto a Oliveirense não deu hipóteses aos dragões e venceu em três jogos, não dando qualquer hipótese à equipa azul e branca, que na ronda antes tinha eliminado o SL Benfica, que era o principal candidato ao título e que foi a principal desilusão da temporada ao nem chegar à final e ao perder a final da Taça de Portugal.

A verdade é esta, a Oliveirense foi a equipa mais forte da temporada, principalmente na segunda metade do ano, tendo ganho 22 dos seus últimos 23 jogos e esta derrota foi por culpa própria, uma vez que entraram nos últimos dez minutos a ganhar na Luz por 18 pontos. Os campeões nacionais jogaram um Basquetebol bonito, o melhor em Portugal no meu entender e mostraram que não só dos três grandes – dois no caso, visto o Sporting CP não ter equipa sénior – se vive em Portugal, pena que por vezes se esqueça disso.

A Oliveirense não deu hipóteses ao Porto na final
Fonte: FPB

Mas esta época fica marcada também pela conquista do Illiabum, o que torna esta época ainda mais histórica para o Basquetebol Nacional. Com duas equipas pouco habituadas ao sucesso, mas que venceram, e bem os respetivos troféus, dando uma lufada de ar fresco numa modalidade que nos últimos anos tem sido dominada pelo Benfica e com o Porto a aparecer por vezes.

O Porto foi a surpresa e ao mesmo tempo desilusão da temporada, confusos? Passo a explicar. Os dragões foram uma desilusão porque tiveram o plantel mais fraco que me lembro dos azuis e brancos, mas ao mesmo tempo uma surpresa, uma vez que mesmo com este plantel conseguiram chegar à final do campeonato derrotando o Benfica em casa destes. O trabalho de Moncho Lopez deu os frutos possíveis, mas mais importante do que isso é o trabalho do espanhol no Basquetebol azul e branco, uma vez que o Porto foi campeão nacional de juniores e cadetes, os dois escalões antes dos séniores.

Já o Benfica, tal como já disse, foi a principal desilusão da temporada. Uma equipa que investe como nenhuma outra em Portugal e que apresentou tão pouco, principalmente após a troca dos jogadores norte-americanos. Foi uma época para esquecer para os encarnados e espera-se uma resposta para a próxima temporada.

Foto de Capa: UD Oliveirense

Comentários