Terminada a segunda ronda, restam apenas oito selecções que vão tentar conquistar o troféu da 18ª edição do Mundial da FIBA! São as selecções dos Estados Unidos da América, da Argentina, da Espanha, da Austrália, da Polónia, da Sérvia, da República Checa e ainda a selecção da França.

Do top oito: Estados Unidos da América (América do Norte), a Argentina (América do Sul) e a Austrália (Oceânia) já carimbaram a passagem aos próximos jogos Olímpicos, a realizar no Japão, ao serem as últimas selecções restantes no torneio pertencentes aos seus respetivos continentes.

No restante quadro classificativo, as selecções que também já garantiram passagem directa são a da Nigéria (África) e a do Irão (Ásia).

Assim, restam ainda duas vagas para selecções Europeias a serem preenchidas pelas cinco selecções Europeias que chegaram até esta fase do torneio.

OS SUSPEITOS HABITUAIS

Selecção Invicta e com o primeiro posto do grupo K são os Estados Unidos. Apesar de uma equipa menos expressiva com menos poderio ofensivo, os Estados Unidos têm-se mantido na luta pelo titulo com prestações sólidas e a conseguirem sair invictos da fase de grupos. Poderão ainda tornar-se na única selecção da História do Mundial da FIBA a ganhar o troféu por três edições seguidas (foram já campeões em 2010 e 2014).

Os Estados Unidos podem tornar-se na primeira selecção a ganhar o torneio três vezes consecutivas
Fonte: FIBA World Cup

Vão defrontar a França, o segundo classificado do grupo L. selecção que se têm vindo a demonstrar muito capaz e feito uma campanha de louvar mas que, uma derrota contra a selecção Australiana valeu-lhes o segundo lugar do grupo. Assim, a selecção liderada por Nicolas Batum e Evan Fournier irá ter de defrontar aquela que é a selecção favorita a ganhar o titulo já nos quartos-de-final do torneio.

A selecção que marca sempre presença quando mais conta, que também vêm invicta da fase de grupos é a Espanha! Ao bater a Sérvia por 11 pontos no ultimo jogo da segunda ronda, a Espanha, liderada pelo veterano da NBA Ricky Rubio, carimbou a passagem aos quartos de final mantendo-se ainda um forte candidato ao titulo. A Espanha entra assim como favorita nesta ronda enfrentando a selecção da Polónia que, mesmo fazendo jogos pouco expressivos e sofrendo apenas a derrota contra a Argentina, conseguiu chegar ao top oito do mundial.

Comentários

1
2
Artigo anteriorPolónia 1-3 Portugal (Sub-19): Portugueses somam e seguem na Letónia
Próximo artigoAté sempre, Anthoine
Pratica desporto desde os cinco anos, idade em que começou a jogar Basquetebol. Jogou ao serviço da Associação Desportiva Ovarense durante 12 anos (nos quais três foi campeão distrital de Aveiro). É licenciado em Gestão (ensino em Inglês) pelo ISEG e estudante no Mestrado de Finance pela mesma instituição. Instituição pela qual ainda pratica Basquetebol, tendo conseguido chegar ao Top-8 Nacional em duas épocas consecutivas. É uma pessoa com uma paixão pela modalidade e com uma forte opinião sobre a mesma, sempre aberto a diferentes visões e novas experiências.                                                                                                                                                 O Vicente não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.