Fora dos holofotes de Los Angeles, Brandon Ingram aparece agora como candidato número um ao prémio de “Most Improved Player” e traz para a NBA, noite sim, noite sim, as ferramentas e qualidade que fizeram dele uma das maiores promessas saídas de Duke nos últimos anos.

A época devia ser de Zion Williamson em New Orleans, mas uma lesão deixou-o de fora dos primeiros meses da NBA, tal como outros colegas como Jrue Holiday e Derrick Favors, o que tem afetado, e muito, o início dos Pelicans. Porém, outro jogador saído de Duke decidiu, finalmente, assumir e começou a temporada de forma tremenda.

Completamente ofuscado nos Lakers, Ingram parecia envergonhado, sem vontade e sem força para atingir o nível que o seu potencial permitia. Mas se há coisa que lhe fez bem foi mudar de ares. O extremo tem estado tremendo com a bola na mão esta época, sem medo de assumir e de lançar de qualquer lado, exibindo uma eficácia muito maior do que em L.A., seja perto do cesto, na meia distância ou da linha de triplo.

Ingram num jogo recente frente aos Denver Nuggets
Fonte: New Orleans Pelicans

As comparações com Kevin Durant cedo se foram estabelecendo e faziam sentido: Ingram é grande, longo e usa a meia distância e o ataque ao cesto como principal arma. Por outro lado, a sua ineficácia e incapacidade de defender a um bom nível deixava a maioria dos analistas de pé atrás. Uma comparação que volta a ganhar força com este início de época.

Brandon Ingram subiu, em relação à época passada, em quase todos os registos estatísticos, passando de 18 pontos, cinco ressaltos e três assistências por jogo para 26 pontos, sete ressaltos e quatro assistências, numa menor média de minutos de utilização. Também a eficácia de lançamento subiu em seis por cento e o número de lançamentos de três pontos tentados e acertados aumentaram de forma significativa.

Obviamente que a temporada ainda é curta e Ingram tem tido mais bola, na ausência de Zion Williamson. Mas é impossível não reconhecer o mérito e o crescimento do jovem extremo que parecia algo perdido nos Lakers. Ingram recuperou a alegria de jogar e tem mostrado o seu valor numa excitante equipa dos Pelicans. Um caso a acompanhar nos próximos meses.

Foto de Capa: New Orleans Pelicans

Comentários