Cabeçalho modalidadesNa madrugada de segunda para terça, houve novo confronto de gigantes. Os Warriors receberam, na Oracle Arena, os campeões Cavaliers. Num jogo quente, os Golden State vingaram a derrota natalícia.

Não houve qualquer hipótese para a equipa de LeBron James: nunca conseguiu estar em vantagem no jogo e acabou por perder 35 pontos. Ao intervalo, os homens de Steve Kerr já tinha marcado 78 pontos e, no fim, acabaram com mais 48.

Foi o jogo que qualquer fã esperava ver. Jogo rápido, com uns Warriors esmagadores: Draymond Green fez um triplo-duplo com 11 pontos, 13 rebounds e 11 assistências; Stephen Curry conseguiu o duplo-duplo, com 20 pontos e umas fantásticas 11 assistências; Klay Thompson foi o melhor marcador do jogo com 26 pontos. Não muito atrás ficou Kevin Durant com 21 pontos marcados.

Do lado dos campeões, LeBron, o melhor marcador da equipa, não foi além dos 20 pontos.

Desde as transições rápidas, à pontaria certeira, passando pelos blocos maravilhosos: nada mais se poderia pedir, naquela noite.

[ot-video type=”youtube” url=”https://www.youtube.com/watch?v=7MX5xqJrp5k”]

Os Warriors seguem invictos no primeiro lugar da conferência Oeste, mas enfrentam dois jogos complicados, ainda esta semana. Esta madrugada, Kevin Durant e companhia recebem os OKC de Westbrook. Espera-se, novamente, uma noite quente e animada, em mais um jogo deliciante. Na sexta-feira, os Golden State deslocam-se a Houston. Os Rockets, como tenho vindo a dizer, são uma equipa com a qual é preciso ter cuidado e atenção redobrada.

Ainda há muito campeonato e, tal como se viu na época passada, não basta ser o melhor dos melhores da época regular. A minha aposta para campeão este ano? A mesma de sempre: Golden State Warriors.

Foto de capa: NBA
Artigo revisto por: Francisca Carvalho

Comentários