Atualmente, os LA Lakers são, indubitavelmente, a melhor equipa na NBA, a equipa que joga a um nível superior relativamente às restantes e a equipa que oferece aos adeptos da modalidade o melhor espetáculo. E a razão evidente para a sua superioridade é simples: têm o melhor duo da liga – LeBron James e Anthony Davis. E não digo isto pelas suas individualidades, mas sim pelo espetáculo que ambos dão dentro da quadra. As duas estrelas cada vez se entendem melhor e estão cada vez mais interligadas em termos táticos, o que é percetível nas exibições da equipa.

O segundo fator que acho que tem sido fulcral para o sucesso da equipa é a qualidade do plantel para além das duas super estrelas. Todos os jogadores da equipa têm demonstrado qualidade nas recentes exibições e sobretudo sabem ocupar o seu papel dentro de campo.

A equipa de Los Angeles tem surpreendido com a sua prestação na atual época da NBA
Fonte: NBA

Danny Green é um Shooting Guard experiente que prima pela sua competência a atirar ao cesto fora de área e pelas suas competências defensivas. Avery Bradley (que tem estado de fora por lesão/condição física) é um Shooting Guard que tem uma grande habilidade do ponto de vista defensivo, que está a fazer uma média de dez pontos por jogo com 49% de eficácia e três ressaltos. Kyle Kuzma, apesar de ter perdido espaço na equipa e jogar por 20 minutos numa segunda linha, continua a ser uma peça essencial que em média faz 11 pontos por jogo e tem potencial para fazer mais.

McGee e Dwight Howard, em conjunto, somam 13 ressaltos, 14 pontos e 2,5 bloqueios por jogo. Rajon Rondo, o experiente Point Guard com uma visão de jogo e uma capacidade de passe impressionantes é uma peça chave na segunda equipa dos LA Lakers.

Anúncio Publicitário

KCP, na ausência de Bradley, tem tido vários jogos como titular e tem demonstrado que consegue ser um atirador de três pontos eficaz (38%). Alex Caruso é uma peça muito importante no processo de rotação da equipa e, em 20 minutos por jogo, faz 6 pontos, ganha dois ressaltos, assiste para ponto duas vezes e rouba a bola uma vez. Troy Daniels e Quinn Cook têm tido poucos minutos de jogo.

Por último, mas não menos importante, está a forma como a equipa partilha a bola, como todos participam nas jogadas e no processo de construção do jogo. A bola circula de forma inteligente, nota-se um domínio do jogo perante qualquer adversário que tenham enfrentado.

Os LA Lakers, em transição, são eficazes e espetaculares, é tão simples quanto isso, com jogadores tão fortes e rápidos como LeBron e AD, com capacidade de correr o campo todo e marcar o ponto torna-se muito fácil jogar em transição.

Foto De Capa: NBA

Revisto por: Jorge Neves

Comentários