Anterior1 de 2

COMO FUNCIONA A LOTARIA DO DRAFT? 

Todos os natais, a Santa Casa da Misericórdia entra nos nossos ecrãs e exibe várias bolas, de onde sai a chave vencedora da lotaria. Na NBA, o sistema é bastante semelhante, mas o método usado são as bolas de ping pong, numa máquina que retira a ordem do Draft, que se vai realizar no dia 29 de julho.

Sem trocas envolvidas, a essência deste evento é sortear o destino das 14 equipas que não foram aos Playoffs durante a temporada passada. Contudo, com alguns negócios envolvidos, podem existir franchises com bons recordes a entrar na luta. Na próxima edição, até ao momento, todos ficaram de férias no final da época regular.

As odds para a primeira escolha são definidas pelo recorde conseguido durante os 72 jogos da época que findou. O 14.º tem 0,5% de chance de obter a first pick e as probabilidades vão subindo até chegar aos três piores. Para evitar o tanking (perder de propósito para garantir o melhor jogador), a NBA repartiu as possibilidades, com 14% de chances de obterem a escolha mais alta.

Antes da lotaria, as três piores equipas e com maiores chances de ter a posição esperada eram os Houston Rockets, Detroit Pistons e os Orlando Magic. No entanto, depois de algumas surpresas nos últimos anos, os adeptos e as próprias organizações não cantam vitória antes de Mark Tatum anunciar os resultados.

Anúncio Publicitário

Foto de capa: Detroit Pistons

Anterior1 de 2

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome